Baixista do Black Sabbath é preso após confusão em bar na Califórnia

Geezer Butler, de 65 anos, foi acusado de comportamento agressivo, embriaguez pública e vandalismo

Redação Publicado em 29/01/2015, às 10h51 - Atualizado às 14h25

Geezer Butler
AP

O baixista do Black Sabbath, Geezer Butler, foi preso após se envolver em uma confusão dentro de um bar na Califórnia, nos Estados Unidos. De acordo com o TMZ, o incidente aconteceu na última terça, 27, no Corkscrew Saloon, no Death Valley, e o músico foi acusado de comportamento agressivo, embriaguez pública e vandalismo.

Edição 81 (capa) – Black Sabbath.

Ele foi levado ao Departamento de Polícia do Condado de Inyo, onde foi fichado com o nome original dele, Terence Michael Butler. Em um comunicado de imprensa, a polícia afirma que o baixista de 65 anos se envolveu em uma discussão que evoluiu para um “confronto físico”. Ele foi liberado assim que ficou sóbrio.

Votação do público: as dez melhores músicas do Black Sabbath.

Leia o comunicado na íntegra abaixo.

“Pouco depois da meia-noite do dia 27 de janeiro, o escritório da polícia recebeu uma ligação sobre uma briga verbal e física que ocorreu no bar Corkscrew Saloon, localizado no Furnace Creek Ranch, no Parque Nacional de Death Valley.

Depois que o delegado do condado de Inyo chegou ao local e interrogou testemunhas, foi determinado que havia ocorrido uma discussão que evoluiu para um confronto físico – resultando em um indivíduo agredido e uma janela quebrada. Terence Michael Butler, um senhor de 65 anos de Beverly Hills, Califórnia, foi preso por comportamento agressivo, embriaguez pública e vandalismo.”