George Clooney é detido ao protestar na embaixada do Sudão, nos EUA

Ator e seu pai, Nick Clooney, foram levados pela polícia após protestar contra a crise humanitária no país, que impede a chegada de alimentos em região isolada pela guerra civil

Redação Publicado em 16/03/2012, às 13h55 - Atualizado às 14h04

George Clooney
AP

O ator George Clooney foi detido pela polícia nesta sexta, 16, em Washington, nos Estados Unidos. Ele participava, ao lado do pai, Nick Clooney, de um protesto na embaixada do Sudão, país que enfrenta uma crise humanitária porque o governo impede a chegada de alimentos na região de Nuba, fronteira com o Sudão do Sul, e que é centro de confrontos entre o exército de Cartum e os homens do Exército de Libertação do Povo Sudanês. As informações são do site TMZ.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

George e Nick estão sendo fichados em uma estação policial de Washington após participar do protesto. Contudo, Clooney disse ver com bons olhos a prisão, pois chamará atenção para o Sudão, país governado por Omar al-Bashir.

Recentemente, Clooney visitou o Sudão e falou com a força rebelde de lá. Em um vídeo publicado no YouTube, o ator mostrou civis que moram em cavernas e crianças que, vítimas de minas terrestres e bombas, perderam membros do corpo e até a própria vida, por consequência dos confrontos.

Segundo o TMZ, dezenas de pessoas foram presas, além de Clooney. Martin Luther King III, filho de Martin Luther King, também foi preso no local.