George Harrison tentou ‘se livrar’ de 'Something' antes de gravar a música com os Beatles?

Músico passou a canção para outros artistas

Redação Publicado em 24/09/2020, às 13h18

None
George Harrison (Foto: AP Images)

Dentre tantos hits, "Something", de Abbey Road, é um dos maiores da carreira dos Beatles. Os membros da banda amaram o trabalho de George Harrison na faixa e ela acabou por sair como lado A de um single do Fab Four. No entanto, o guitarrista tentou "se livrar" antes de gravar com os colegas. A informação é do Cheat Sheet.

O público e fãs da banda que compraram o disco concordaram com a decisão e fez de "Something" número 1 da Billboard após o lançamento em outubro de 1969. Porém, eles passaram por algumas turbulências até a gravação e inclusão da música no último álbum de estúdio dos Beatles.

+++LEIA MAIS: Assim Tocam os Tambores de Marcelo D2

Durante as sessões de Get Back/Let It Be no início de 1969, Harrison lutou para terminar a música. Em uma gravação dos ensaios, é possível ouví-lo dizer a John Lennon e Paul McCartney que passou seis meses sem ser capaz de escrever letras de música.

Quando ele gravou "Something" para uma demo em fevereiro do mesmo ano, o músico ainda não sabia se ela sairia para um disco dos Beatles. Então, George Harrison a ofereceu para, pelo menos, mais um artista, que gravou uma versão própria versão da canção na mesma época em que os Fab Four.

Depois de ver os outros companheiros de Beatles mostrarem pouco interesse em várias das músicas novas dele durante as sessões de Get Back/Let It Be, o guitarrista considerou fazer um disco solo. No final de fevereiro de 1969 ele deu um passo nessa direção quando gravou demos para "Something" e duas outras faixas que havia escrito.

+++LEIA MAIS: Dave Bautista critica capacidade de atuação de Dwayne Johnson e diz querer bons papéis: ‘Não quero saber de Velozes e Furiosos e Bumblebee’

Com a recém-formada Apple Records na jogada, Harrison teve a opção de passar músicas não utilizadas pelos Beatles para outros artistas. Ele já havia feito isso em 1968 com "Sour Milk Sea", uma faixa escrita antes das sessões do White Album

George aparentemente pensou na mesma abordagem com "Something". Em março de 1969, ele ofereceu a música para Joe Cocker, que a aceitou. Cocker acabou por colocá-la no segundo álbum de estúdio, lançado no final daquele ano.

O disco de Cocker não chegou às lojas até novembro de 1969, ou seja, depois do lançamento de Abbey Road apareceu. No entanto, não é muito claro, de acordo com o Cheat Sheet, se o guitarrista sabia dessa demora. Por esse motivo, algumas pessoas se perguntam se George não confiava nas novas canções.

+++LEIA MAIS: Os 500 Melhores Álbuns de Todos os Tempos da Rolling Stone

Em Living in the Material World (2011), documentário de Martin Scorsese, o engenheiro dos Beatles, Ken Scott, falou sobre a teoria de George Harrison não acreditar no novo material. Scott, responsável por gravar a demo do músico de "Something", disse que provavelmente tinha a ver com encontrar espaço nas gravações do Fab Four.

"Não acredito honestamente que dar "Something" a Joe Cocker [...] tenha algo a ver com a confiança dele como compositor", disse. "Acho que ele estava totalmente confiante em relação às músicas. A insegurança pode ter sido: 'Se os Beatles continuassem, quantas músicas eu poderei colocar em cada álbum?'".


+++ MANU GAVASSI: 'SE A MÚSICA SÓ FOR UMA FÓRMULA, É VAZIA E NÃO EMOCIONA' | ENTREVISTA ROLLING STONE