George Lucas mudou o nome original de Luke Skywalker por culpa de Charles Manson; entenda

O assassino influenciou em uma das decisões mais importantes de Star Wars - e ainda bem que Starkiller não foi para frente

Redação Publicado em 20/02/2020, às 15h03

None
Mark Hamill como Luke em Star Wars: O Retorno do Jedi (Foto: Reprodução)

Quando George Lucas criou Star Warsno meio da década de 1970, inventou o seu personagem principal, Luke Starkiller - que pouco tempo depois ganharia o sobrenome Skywalker. A mudança foi por causa do líder de seita Charles Manson, que ordenou o assassinato de Sharon Tate e outros.

Luke Starkiller, em português, seria traduzido como “Luke Assassino de Estrelas” (ao passo que Skywalker, “andarilho do céu”, é mais singelo). E não pegaria bem relembrar, mesmo que levemente, os assassinatos do final da década de 1960.

+++ LEIA MAIS: George Lucas fez uma ponta em Star Wars: A Ascensão Skywalker e ninguém percebeu

George Lucas recebeu, então, o conselho de mudar o nome. Por mais perfeccionista que fosse com Star Wars, acabou aceitando - mas não descartou Starkiller facilmente. Apareceu posteriormente:

Em 2008, o nome polêmico foi sobrenome de um personagem do jogo Star Wars: The Force Unleashed; em O Despertar da Força, filme de (2015), uma base da Primeira Ordem foi batizada assim.

+++ LEIA MAIS: George Lucas só volta a Star Wars se tiver controle total; Disney não quer (ainda)

Apesar das polêmicas, podemos concordar que Star Wars: A Ascensão Skywalker não soaria tão bem com Starkiller...