George Miller não vai dirigir Liga da Justiça

Filme que junta Batman, Superman e Mulher-Maravilha sai do comando de produtor de Happy Feet após um ano

Da redação Publicado em 02/12/2008, às 09h31

O diretor australiano George Miller revelou a um talk show de seu país que não está mais envolvido no filme da Liga da Justiça, baseado no grupo de heróis da DC Comics. Miller era a escolha oficial da Warner desde o final de 2007, mas devido a problemas de elenco e da greve dos roteiristas no ano passado, a produção foi atrasada indefinidamente.

Miller é o diretor de Mad Max, e também da animação de pingüins Happy Feet. O motivo dado por ele para o desligamento do projeto é que agora a Warner quer uma megaprodução com dois heróis, devido ao sucesso de Batman: O Cavaleiro das Trevas e da nova roupagem que o estúdio pretende dar aos filmes de Superman.

Com o australiano no comando, nem Christian Bale (que protagoniza Batman) nem Brandon Routh (o Superman) repetiriam seus papéis. Além disso, o rapper Common seria o Lanterna Verde, e não havia atores escalados nem para ser o Flash nem para a Mulher-Maravilha.

A Warner mudou sua estratégia para não ficar atrás da Marvel Comics e seu filme dos Vingadores, que terá Robert Downey Jr. repetindo o papel de Homem de Ferro, e que já garante que os atores que fizerem Thor, Capitão América e Homem Formiga nos filmes solo também estarão no longa da equipe, que sai em 2011.