Pulse

George R. R. Martin sabe o final de As Crônicas de Gelo e Fogo desde 1993

"Estou apenas avançando com a história que sempre quis contar", disse Martin em entrevista

Redação Publicado em 28/08/2019, às 12h01

None
George R.R. Martin. (Foto: Matt Sayles/ Invision/ AP)

George R.R. Martin está finalizando sua turnê nas Ilhas Britânicas. Na última semana, ele participou de um evento no Castle Ward, que representava Winterfell em Game of Thrones, na Irlando do Norte. 

Ao falar com a ITV, Martin disse que só depois de chegar à Castle Ward, onde os fãs demonstravam fervorosamente amor pelo seu trabalho, ele entendeu a importância da série para a indústria de turismo do país. 

Com isso, a série sucessora de Game of Thrones poderá sustentar esse interesse dos fãs por mais tempo. Mesmo que Martin não tenha dado mais nenhuma novidade sobre a produção.

"O show está terminado, mas eu não terminei", disse ele.

+++ LEIA MAIS: George R.R. Martin se sente livre após o fim de Game of Thrones

"O programa ficou à minha frente há vários anos, o que eu nunca pensei que aconteceria, mas o programa tomou algumas decisões para omitir certos personagens e traumas com as quais eu estava trabalhando, então eles, de certo modo, simplificaram o que poderiam fazer. E isso agora está na minha frente. Eu ainda estou trabalhando, ainda estou em Westeros."

"Eu conheço o final dos meus livros  desde 1993, então estou apenas avançando com a história que sempre quis contar", disse ele.

Agora, o escritor produz a história enquanto lida com as pressões da fama. Martin comentou, em entrevista, sobre a influência da internet nesse aspecto

"[Game of Thrones] mudou minha vida", disse ele à ITV. "Ficar famoso é uma faca de dois gumes, para dizer a verdade. Há muita coisa boa sobre ser famoso, há muitas outras coisas que eu preferiria pular."

+++ LEIA MAIS: George R. R. Martin se impõe uma data para terminar o próximo livro de Game of Thrones: "Ou podem me prender"

Talvez essa pressão diminua já que a série chegou ao fim, mas levando em consideração a repercussão que teve, provavelmente isso demore um pouco. 

+++ De Djonga a Metallica: Scalene escolhe os melhores de todos os tempos