George R.R. Martin se sente livre após o fim de Game of Thrones

O autor parece finalmente estar no caminho de terminar as obras da saga As Crônicas de Gelo e Fogo

Redação Publicado em 19/08/2019, às 11h16

None
George R.R. Martin. (Foto: Matt Sayles/ Invision/ AP)

Os fãs de George R.R. Martin sabem que tempo é algo indispensável e possui um ritmo singular para o autor de As Crônicas de Gelo e Fogo, que levou dois anos para publicar as duas primeiras sequências da saga e 11 anos anos para o quarto e último (por enquanto) livro publicado da série, A Dança dos Dragões.

Um dos motivos que "atrasou" o escritor nos lançamentos foi o surgimento da série de TV Game of Thrones, que se tornou um sucesso mundial até maior que as próprias obras do autor.

Segundo Martin, em uma entrevista ao The Guardian, por causa de toda a produção do programa, o "estresse era enorme" para escrever os próximos livros. E agora, finalmente, ele se sente livre.

"Não acho que foi muito bom para mim, porque o que deveria ter me acelerado, na verdade me atrasou. Todo dia eu sentava para escrever e mesmo que fosse um bom dia - e isso para mim significa escrever três ou quatro páginas - eu me sentia horrível porque pensava: 'Meu Deus, eu tenho que terminar o livro. Eu só escrevi quatro páginas enquanto deveria ter escrito quarenta.", disse.

Contudo, o fim de Game of Thrones, que teve um final diferente do que Martinpretende escrever, aliviou o autor e permitiu que ele voltasse ao seu ritmo natural de escrita.

"[...] o fim da série é libertador, porque eu estou no meu próprio ritmo agora. Eu tenho dias bons e dias ruins, mas o estresse diminuiu bastante, mesmo que continue aqui… Eu tenho certeza que quando eu terminar A Dream of Spring vocês terão que me amarrar na Terra."

LISTA: 13 segredos de 'Ladrão', o terceiro disco do Djonga e um dos melhores de 2019