Google anuncia que pode prever sucessos e fracassos de filmes no cinema

Com base em buscas por trailers na internet, empresa garante que consegue antecipar com 94% de precisão

Redação Publicado em 07/06/2013, às 13h00 - Atualizado às 13h24

Homem de Ferro 3
Divulgação

Não há bola de cristal que possa prever se um filme terá ou não boa bilheteria nos cinemas. É possível, claro, pensar que alguns títulos de franquias como Homem de Ferro (foto) e Crepúsculo chamem atenção de bastante gente, mas nenhuma ferramenta até hoje foi tão precisa como o Google. A empresa publicou estudo que aponta que através de pesquisas na internet pode antecipar em até quatro semanas o sucesso de um título, com 94% de precisão.

O “status da franquia” e a época em que o filme é lançado são algumas variantes que entram para o cálculo da empresa. Mas o principal fator avaliado é a quantidade de buscas pelo trailer de determinado filme antes da estreia. “Ao entender como e quando os frequentadores de cinema procuram informação, os executivos da indústria têm a oportunidade de ajustar suas estratégias para conseguir maior efeito e, mais importante, convencer os espectadores de escolher seus filmes”, explica em comunicado Andrea Chen, analista de mídia e entretenimento do Google.

O estudo aponta, entre outros dados, que 48% dos frequentadores de cinema escolhem a qual filme assistir apenas na hora de comprar ingressos. Existem ainda intensas variações de comportamento dos fãs da sétima arte a depender da temporada em que se vai ao cinema – a procura por blockbusters é muito maior, por exemplo, durante o verão norte-americano.

Jennifer Prince, chefe do departamento responsável pelo estudo, deu alguns exemplos de precisão do Google em entrevista ao site da revista Wired. Em Magic Mike, por exemplo, a expectativa era de que se alcançasse entre US$ 15 e US$ 20 milhões no fim de semana de estreia. Muito se disse na internet pouco antes da estreia e o protagonista Channing Tatum ganhou holofotes, o que colocou a previsão do Google em US$ 40 milhões, US$ 1 milhão a mais do que o resultado efetivo. Em Jogos Vorazes, a empresa analisou que se tratava de uma franquia com apelo em determinados públicos e previu US$ 160 milhões, “não tão distante dos US$ 152 milhões que o filme ganhou na estreia”, apontou Prince.

Da mesma forma que pode prever sucessos, o Google afirma também conseguir determinar previamente fracassos de bilheteria. Battleship - A Batalha dos Mares tinha a missão de conseguir pelo menos US$ 40 milhões no fim de semana de abertura. Os dados do buscador apontaram para US$ 30 milhões, e o filme ficou em US$ 25, 5 milhões.

Tantas pesquisas, claro, não têm muita importância de fato aos que amam o cinema. Mas as pesquisas que estes fazem na internet podem ter de fato alguma relevância aos estúdios, que desta forma conseguem uma análise mais precisa do que vai acontecer no mercado e de como agem seus consumidores na internet.