Gotye, Psy e mais: 6 artistas que estouraram na década de 2010... e depois sumiram [LISTA]

Selecionamos seis bandas e artistas que deixaram uma marca (isso mesmo, exatamente uma marca) no cenário musical da década que se encerra este ano

Redação Publicado em 24/11/2019, às 18h00

None
Gotye e Psy (Fotos: Reprodução/YouTube)

Com o fim de 2019, chega ao fim também a década de 2010. E assim como qualquer outro período de 10 anos, o mundo da música recebeu novos rostos e incontáveis hits que marcaram presença em playlists de festas e programas diários de rádio. 

Mas o grande problema que assola desde sempre esses compositores que conseguem bombar e emplacar um sucesso moderno, é conseguir manter a relevância com o lançamento de outras músicas igualmente boas e interessantes. Muitos se perdem e ficam com aquele famoso, porém triste, rótulo de "artista de um hit só".

Com isso em mente, separamos seis sucessos lançados entre 2010 e 2019, que representaram o auge da fama de seis bandas diferentes, e que em seguida, infelizmente, não conseguiram emplacara mais nada grandioso.

Gotye – “Somebody That I Used To Know” (Feat. Kimbra)

 

Com essa música que tocou (e toca até hoje) incontáveis vezes nas rádios desde que foi lançada em abril de 2012, o cantor australiano nascido na Bélgica traduziu as dores e as frustrações do término de um relacionamento em um hit pop instantâneo, com uma melodia e um refrão que ficam na cabeça por pelo menos umas boas horas.

No abril do ano em que estreou, “Somebody That I Used To Know” chegou ao topo das paradas.


Baauer – “Harlem Shake”

 

Seja pela batida que impactou o cenário eletrônico na época (com a mesma intensidade e velocidade com que sumiu depois), ou com a onda de memes e vídeos que gerou, é impossível ignorar a explosão que foi "Harlem Shake". Mas depois dessa, quem aí ouviu falar de novo no produtor norte-americano Baauer?

Em março de 2013, mais de um ano após chegar ao mundo, a música atingiu a primeira posição das 100 mais ouvidas.


Psy – “Gangnam Style”

 

Muito antes da explosão do k-pop e do sucesso do BTS, Psy levou a energia e as coreografias insanas da música pop sul-coreana para o mundo inteiro. E quem disser que nunca fez a dancinha, ou disser que nunca sequer cantou junto a única parte em inglês ("Eh, sexyyy ladyyy"), com certeza está mentindo.

O hit não conseguiu chegar ao trono das 100 mais ouvidas, mas atingiu a 2ª posição em outubro de 2012, três meses após o lançamento oficial.


Icona Pop – “I Don’t Care” (Feat. Charli XCX)

 

"I Don't Care" foi hit indispensável na playlist de inúmeras festas de 2013 e até do ano seguinte. Infelizmente, o duo de electropop suéco não conseguiu emplacar nenhum sucesso depois disso. Diferentemente da Charli XCX, cantora que faz uma participação na música, que hoje é uma das principais estrelas do pop alternativo. 

Em maio do ano em que foi lançada, a música chegou à 7ª posição na lista das mais ouvidas.


Passenger – “Let Her Go”

 

Mais um hit triste na lista! "Let Her Go" foi trilha sonora de decepcões amorosas pelo mundo inteiro em 2012, e fez muitos olhos juntarem lágrimas com os versos "Only miss the sun when it starts to snow/ Only know you love her when you let her go". Mas apesar do sucesso e da voz facilmente identificável do vocalista, os britânicos do Passenger não ficaram muito tempo juntos e obviamente não emplacaram nenhum outro hit.

Curiosamente, a música registrou o maior estouro dois anos depois do lançamento, quando chegou à posição de número 5 nas 100 mais ouvidas de fevereiro de 2014.

 


Foster The People – "Pumped Up Kicks"

 

Sabemos muito bem que "Pumped Up Kicks" não é a única música do Foster The People que fez sucesso. Mas com certeza é o hit mais bombado deles, a única que quem não conhece a banda com certeza sabe cantar, e aquela faixa que todo mundo espera ouvir quando vai ao show da banda.

Apesar de ter sido lançada em 2010, foi em 2011 que teve seu auge, e chegou até a 3ª posição na lista das 100 mais ouvidas.