Governo de Bolsonaro é alvo de protestos no mundo todo por conta da Amazônia

Países como Alemanha, Bélgica, Canadá, Espanha e Portugal manifestam contra as políticas do presidente na área florestal

Redação Publicado em 28/08/2020, às 10h58

None
Presidente Jair Bolsonaro (foto: Andressa Anholete / Getty Images)

A partir desta sexta, 28, o governo de Jair Bolsonaro virou alvo de uma série de protestos, organizados por estudantes e ambientalistas do movimento Fridays for Future. Diversos atos devem ser realizados em dezenas de cidades ao redor do mundo ainda hoje, especialmente diante de embaixadas e consulados brasileiros no exterior. As informações são do portal Uol.

+++ LEIA MAIS: Bolsonaro volta a atacar jornalista por pergunta sobre depósitos de R$ 89 mil de Queiroz para Michelle: ‘Deixa de ser otário’

O centro dos protestos visa a situação atual da Amazônia, que, segundo membros do movimento, atingiu o estado crítico. Locais como Alemanha, Áustria, Bélgica, Canadá, Espanha, Finlândia, Portugal e Turquia, entre outros países, manifestam contra as políticas de Bolsonaro na área florestal.

Na Bélgica, entidades como Rise for Climate Belgium, Citizen Mobilization to Save Humanity e Clean Walker Belgique manifestam diante do Conselho Europeu e da Comissão Europeia para pedir que o tratado de livre-comércio entre o Mercosul e a União Europeia (UE), firmado em 28 de junho de 2019, seja abandonado.

+++ LEIA MAIS: Bolsonaro defende o trabalho infantil: ‘Menor pode cheirar um paralelepípedo de crack, menos trabalhar’

Enquanto isso, a chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel, tem "sérias dúvidas" sobre a implementação do acordo frente ao desmatamento na Amazônia. "Existem dúvidas consideráveis de que o acordo possa ser implementado como o pretendido, em vista dos acontecimentos atuais, das terríveis perdas florestais registradas", revelou um porta-voz do governo alemão.

 


+++ XAMÃ: MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO, DE NIRVANA A TUPAC