Governo de SP recua sobre vacina e diz que não pode prever a data exata

Havia sido anunciado anteriormente que a campanha de vacinação da Coronavac começaria ainda em 15 de dezembro de 2020

Redação Publicado em 19/10/2020, às 16h17

None
Coronavírus (Foto: CC0/TMaxImumge)

Na tarde desta segunda, 19, a gestão João Doria (PSDB) recuou sobre a data de disponibilidade das vacinas contra o coronavírus. As perspectivas são otimistas, mas não podemos dar data precisa de quando isso vai acontecer. Esperamos que até o final desse ano", declarou o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, durante entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes. 

Havia sido anunciado anteriormente que a campanha de vacinação da Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan e o laboratório chinês Sinovac, começaria ainda no dia 15 de dezembro. As informações são do UOL

+++ LEIA MAIS: Vacina chinesa contra Covid-19 “parece segura”, mas não é tão eficaz em idosos, aponta fabricante

Os especialistas da área da saúde já haviam alertado que dificilmente alguma havia estaria pronta para aplicação em 2020. Segundo a OMS Organização Mundial da Saúde), o Brasil pode não ter uma vacinação em massa nem em 2021. As previsões são para 2022. 


+++ OROCHI | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL