Governo de Trump considera banir TikTok e outros aplicativos chineses dos EUA

Em entrevista à Fox News, o Secretário do Estado, Mike Pompeo se mostrou preocupado com a utilização dos dados dos usuários do aplicativo pelo governo chinês

Redação Publicado em 07/07/2020, às 12h05 - Atualizado às 17h30

None
Donald Trump, presidente dos EUA (Foto: Mark Seliger)

Texto atualizado no dia 07/07/2020 às 17h30

O porta-voz do aplicativo se posicionou sobre o caso abordado no texto, e divulgou a seguinte resposta:

"O TikTok é liderado por um CEO americano, com centenas de funcionários e líderes-chave em segurança, produtos e políticas públicas nos EUA. Não temos outra prioridade senão promover uma experiência de aplicativo segura e confiável para nossos usuários. Nunca fornecemos dados dos usuários ao governo chinês e nem o faríamos se solicitado."


Na última segunda, 7, Secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, declarou que o país está cogitando banir aplicativos de redes sociais chinesas, como o fenômeno TikTok. "Eu não quero me adiantar ao presidente [Donald Trump], porém, é algo que estamos analisando", afirmou. 

+++ LEIA MAIS: Como o TikTok já mudou e vai mudar ainda mais a música pop?

Os parlamentares americanos demonstram preocupação com a segurança do país por causa da utilização dos dados dos usuários do aplicativo. Segundo eles, existe um receio quanto às leis chinesas que obrigam as empresas nacionais a "apoiar e auxiliar o trabalho de inteligência controlado pelo Partido Comunista Chinês". 

+++ LEIA MAIS: O Lado Sombrio do TikTok: censura, boicote aos 'feios' e invasão de privacidade

O Tiktok, que não está disponível na China, está tentando se distanciar das empresas chinesas para garantir uma audiência global e a empresa enfatizar a independência ao país, segundo informações do Link Estadão. O aplicativo é propriedade da empresa ByteDance, na China, e recentemente foi banido da Índia — outros 58 aplicativos chineses também foram banidos — após um conflito na fronteira dos dois países. Segundo informações da Reuters, o Tiktok deixará o mercado de Hong Kong nos próximos dias. 

+++ LEIA MAIS: 7 músicas que viralizaram no TikTok - e conquistaram o topo das paradas


+++ RAEL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO