Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Governo do Egito emite comunicado afirmando que Cleópatra tinha pele branca

Após polêmicas envolvendo a série documental da Netflix sobre Cleópatra, o Ministério de Antiguidades do Egito se posicionou

Redação Publicado em 28/04/2023, às 20h22

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Cleópatra, a Rainha do Egito (Foto: reprodução/Netflix)
Cleópatra, a Rainha do Egito (Foto: reprodução/Netflix)

Ministério de Antiguidades do Egito afirmou que Cleópatra tinha "a pele branca e traços helênicos", na última quinta-feira, 27. O anúncio vem após polêmicas a nova série documental da Netflix sobre a figura histórica. 

Para Mustafa Waziri, chefe de Antiguidades do Egito, representar a soberana como uma mulher negra é apenas "uma falsificação da história egípcia". Internautas e comentaristas denunciam campanhas de grupos afro-americanos que reivindicam a origem da civilização egípcia (via O Globo).

No último 20 de abril, um advogado no Egito processou a Netflix. Segundo divulgado pelo G1, o processo alega "apagar a identidade egípcia". Outro argumento usado foi a de um arqueólogo que afirma que Cleópatra tinha "pele clara, não negra".

Em defesa, o produtor da série afirma que a ascendência da rainha do Egito "é altamente debatida". Adele James, e a atriz que a interpreta também publicou no twitter capturas de tela com comentários racistas e respondeu: 

+++LEIA MAIS: Todos os remakes live-action da Disney, do pior ao melhor, segundo site [LISTA]

"Se você não gosta do elenco, não assista à série".