Governos prometem agilidade na vacina, mas testes podem acontecer até 2022

No Brasil, primeiros estudos devem ser concluídos apenas em outubro de 2021

Redação Publicado em 12/08/2020, às 16h26

None
Coronavírus (Foto: CC0/TMaxImumge)

O mundo está em busca de vacinas para o coronavírus na tentativa de se recuperar da pandemia. Não é diferente no Brasil, como apresentou a reportagem da Piauí. No nosso país, há um acordo do governo de São Paulo com a empresa chinesa Sinovac que pede quase 9 mil voluntários brasileiros para os testes em troca da fabricação da vacina em solo nacional. 

+++ LEIA  MAIS: Brasil entra em acordo mundial de vacinas contra o coronavírus - mas terá que pagar pelas doses

De acordo com a Piauí, Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan e responsável pelos testes aqui no país, tinha afirmado que “no começo do ano que vem já teremos condições de usar essa vacina em massa”. 

Além disso, o governador do estado de São Paulo, João Dória, também falou sobre a vacina estar disponível a partir de janeiro para distribuição gratuita à população. O cenário não é tão otimista, porém, segundo a Piauí

+++ LEIA MAIS: Governo de São Paulo anuncia data de início dos testes de vacina contra o coronavírus

O Instituto Butantan tem planos para examinar o último voluntário dos testes em outubro do próximo ano, 2021. De acordo com os dados da Piauí, a data é a mesma estabelecida pela AstraZeneca e a Universidade de Oxford para terminarem os testes e estudos da vacina aqui no Brasil. A Pfizer, terceiro laboratório de testes em solo brasileiro, acredita que deve terminar os estudos apenas em novembro de 2022. 

A partir de uma análise aprofundada feita pela Piauí, a distribuição da vacina em massa para os brasileiros no início de 2021 não está de acordo com as exigências dos testes que visa confirmar se a imunização é eficaz. 

+++LEIA MAIS: Coronavírus suspendeu mais de 6 mil shows por mês no país, segundo Ecad


+++ JOÃO GORDO ENCARA O DESAFIO MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO 


+++ PLAYLIST COM CLÁSSICOS DO ROCK PARA QUEM AMA TRILHAS SOBRE DUAS RODAS