Grammy 2021: Artistas recusam indicações por categoria só ter brancos

Como protesto, Alastair Moock, Okee Dokee Brothers e Dog on Fleas desistiram de concorrer ao prêmio de Melhor Álbum Infantil

Redação Publicado em 05/01/2021, às 15h40

Alastair Moock (à direita) no Grammy Awards de 2014
Foto: Jason Merritt/ Getty Images

O cantor Alastair Moock (à direita na foto), e as bandas Okee Dokee Brothers e Dog on Fleas, três dos cinco indicados na categoria de Melhor Álbum Infantil no Grammy Awards 2021, recusaram suas nomeações em forma de protesto pelo fato da categoria ter apenas artistas brancos.

Os três artistas indicados enviaram uma carta conjunta à Academia do Grammy pedindo que seus nomes não fossem incluídos nas cédulas de votação, informou a organização americana NPR Music. 

A organização entrou em contato com os artistas para saber mais detalhes da decisão e ouviu de Alastair Moock a seguinte explicação: "Depois do ano que tivemos, indicar apenas pessoas brancas parece bem errado. É claro que eu adoraria ganhar um Grammy, mas não desse jeito, em que o jogo não tem as mesmas regras para todo mundo”. 

+++LEIA MAIS: Grammy 2021: 4 motivos pelos quais The Weeknd merecia pelo menos uma indicação

Joe Mailander, integrante da Okee Dokee Brothers, complementou: "Achamos que recusar a indicação seria o melhor que poderíamos fazer para apoiar as pessoas não brancas cujos álbuns frequentemente ficam de fora do Grammy. A música infantil não é só sobre caras brancos tocando guitarra e cantando para crianças. Queremos ser receptivos a todo tipo de música na nossa comunidade”. 

Em resposta à decisão dos artistas, Valeisha Butterfield Jones, chefe de diversidade e inclusão da Academia do Grammy, junto de Harvey Mason Jr., CEO da instituição, disse:

"Somos uma instituição que está pronta para mudanças, mas os desafios que enfrentamos no mundo não são só nossos, ou só da nossa indústria. Eu acho que estamos em um tempo importante. Em 2020, vimos o reconhecimento dos problemas raciais. Depende de nós o que faremos com esse reconhecimento e como tomaremos ações significativas para endereçá-lo”.

Butterfield também afirmou que, desde que começou o trabalho em maio, tem procurado maneiras de aumentar a diversidade entre os membros da Academia e nos comitês secretos de indicações ao Grammy.

Recentemente, a Academia fez uma parceria com o grupo de justiça racial Color of Change para pressionar por mais transparência e apoio aos artistas, especialmente os negros. 

+++LEIA MAIS: Grammy 2021: Bruno Mars faz piada por não ter sido indicado em nenhuma categoria

"Assumimos um compromisso muito claro e firme com a diversidade, a equidade e a inclusão como parte de nossos valores essenciais. Muitas das ações implementares que tomamos são sinais disso. Mas, ainda temos muito trabalho a fazer", finalizou Butterfield. 

Com a desistência de Alastair Moock, Okee Dokee Brothers e Dog on Fleas da categoria, o prêmio de Melhor Álbum Infantil será disputado entre Justin Roberts, com o álbum Wild Life, e Joanie Leeds, com All the Ladies.

O Grammy Awards 2021 será realizado em 31 de janeiro. 


+++ CYNTHIA LUZ | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL