Grammy 2021: Conheça D Smoke, vencedor de reality da Netflix e rapper revelação

Com o disco de estreia, Black Habits, o rapper concorre nas categorias Artista Revelação e Melhor Álbum de Rap

Julia Harumi Morita | @the_harumi Publicado em 18/02/2021, às 10h57

None
D Smoke no Soul Train Awards (Foto: Getty Images /Ethan Miller)

Aos 35 anos, D Smoke é o concorrente mais velho da categoria Artista Revelação no Grammy 2021. Diferente das indicadas Noah Cyrus ou Phoebe Bridgers, o rapper não foi uma estrela mirim nem acumulou EPs e discos até conquistar uma indicação na renomada premiação de música.

O que torna D Smoke um candidato interessantíssimo - segundo a Billboard, uma das surpresas da lista de indicações -  é a história por trás do disco de estreia do músico, Black Habits, o qual também concorre na categoria de Melhor Álbum de Rap. 

+++ LEIA MAIS: Grammy 2021: 6 curiosidades sobre Folklore, disco indicado de Taylor Swift [LISTA]

Uma história de vida em um disco

Em entrevista à Vice, o rapper explicou que trabalhou no disco durante dois anos para contar a história de vida dele e da família ao mesmo tempo em que celebra a dualidade da experiência de pessoas negras.

Nascido Daniel Farris, em Inglewood, nos EUA, D Smoke precisou lidar com a prisão do pai ainda na infância - ele recebeu uma sentença de 17 anos, mas conseguiu um processo de apelação depois de cumprir seis anos, segundo a Vice.

+++ LEIA MAIS: Grammy 2021: Conheça Jack Harlow, hit do TikTok em ascensão no hip hop [ENTREVISTA]

D Smoke foi criado pela mãe, Jackie Gouché, que trabalhava como cantora e chegou a fazer turnês com Michael Jackson, segundo o Los Angeles Times. Neste cenário, não demorou muito para o jovem demonstrar interesse pela música. 

Na adolescência, o músico formou um grupo de R&B junto com os irmãos e assinou um contrato com a DreamWorks Records no início dos anos 2000. Mais tarde, ele entrou para a UCLA, se formou em espanhol e passou a trabalhar como professor. Mas não deixou o lado artístico de lado. 

+++ LEIA MAIS: Grammy 2021: 6 músicas para entender a trajetória de Haim, banda indicada a Melhor Álbum

Ritmo + Flow

Após reunir um bom repertório e marcar presença nas redes sociais, D Smoke participou da série Ritmo + Flow (2019), da Netflix, aos 33 anos. Cardi B, Chance The Rapper e T.I. formaram o time de jurados da primeira temporada da série, que busca descobrir a próxima revelação do rap. 

D Smoke chegou discretamente e até foi alvo de piadas por usar roupas parecidas com uniformes de zeladores. Mas logo o rapper mudou a primeira impressão dos jurados e surpreendeu ao rimar em inglês e espanhol.

O rapper não só se destacou ao longo dos episódios, mas foi o grande vencedor do programa e levou o prêmio de US$250 mil para casa. No mesmo ano, ele lançou o EP Inglewood High, que foi sucedido por Black Habits depois de três meses.

Da Netflix ao Grammy 

Com a participação da família e do rapper Snoop Dogg, o disco alcançou o segundo lugar do ranking de novos artistas da Billboard e foi indicado com Freddie Gibbs & The Alchemist, Jay Electronica, Nas e Royce 5'9" na categoria Melhor Álbum de Rap do Grammy 2021.

Em entrevista à Billboard, D Smoke confessou que prefere manter as expectativas baixas para evitar as decepções, mas ficou com "a voz cansada de tanto gritar" quando recebeu a notícia das indicações. 

“Naturalmente sinto uma grande responsabilidade em fazer música que um: confirme que as pessoas selecionaram corretamente [os indicados], e dois: continue a inspirar, entreter e elevar as pessoas. Mas aconteça o que acontecer naquela noite, estou orgulhoso, principalmente por causa da minha companhia."

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


+++ HUNGRIA HIP HOP: 'SOU APEGADO EM SORRISOS QUE A MÚSICA PODE LEVAR' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL