Grammy 2021: Conheça Jhené Aiko, indicada a Álbum do Ano com Chilombo

Ao longo dos 20 anos de carreira, a artista se consolidou como um dos grandes nomes do R&B

Camilla Millan I @camillamillan Publicado em 08/01/2021, às 15h28

None
Jhené Aiko (Foto: Craig Barritt/Getty Images for Something in the Water)

Se você é fã de R&B, provavelmente já ouviu falar de Jhené Aiko. A cantora de 32 anos é um dos grandes nomes do gênero musical na atualidade - e em março de 2020, lançou o álbum Chilombo, indicado ao Álbum do Ano no Grammy 2021 e uma prova da potência da artista.

O disco é apenas o terceiro da cantora, que anteriormente lançou os aclamados Souled Out(2014) e Trip (2017). Contudo, Chilombo  representa a maturidade musical da artista, que sabe passear com maestria entre estilos e influências, além de pensar em parcerias impecáveis, como Big Sean, H.E.R.,Nas, John Legend e Ty Dolla $ign

+++LEIA MAIS: 6 músicas para conhecer H.E.R., artista referência no R&B contemporâneo

No Grammy 2021, o disco Chilombo está sendo indicado a Álbum do Ano, além de Melhor Álbum de R&B Progressivo. Jhené Aiko também está concorrendo ao Grammy de Melhor Performance de R&B pela música do álbum "Lightning & Thunder", parceria com John Legend. Contudo, essa é apenas uma pequena parte da carreira da cantora, que completa quase 20 anos de atividade em 2021.

Ao longo dos anos, Jhené Aiko lançou diversas parcerias e hits de sucesso - e para mostrar como a artista indicada ao Grammy se consolidou como um dos grandes nomes do R&B, a Rolling Stone Brasil mostra a trajetória da cantora.

+++LEIA MAIS: Grammy 2021: Conheça a carreira de Dua Lipa, uma das principais indicadas à premiação


Carreira e discos

Nascida em Los Angeles, Jhené Aiko estreou na música contribuindo para vários clipes e lançamentos do grupo B2K (Boys of the New Millennium), como o EP B2K: The Remixes - Volume 1 e os discos Santa Hooked Me Up e Pandemonium!

Em 2003, Aiko lançaria o primeiro álbum pela Sony, The Ultimate Group e Epic, mas uma tensão entre as gravadoras fez com que o disco não estreasse - e Jhené Aiko optou por dar uma pausa na carreira para terminar os estudos. Ela voltou à ativa em 2007, pouco tempo antes de dar à luz a uma filha - e em 2011 lançou uma mixtape com diversas parcerias, como Miguel, Drake e Kanye West.

+++LEIA MAIS: Como o R&B contemporâneo cresceu no Brasil e vive seu melhor momento?

Nos anos seguintes, ela fez colaborações em lançamentos de alguns artistas, até estrear em 2013 o EP Sail Out, que chegou ao número oito da Billboard 200 nos Estados Unidos - e depois das críticas positivas, participações em programas e lançamento de clipes, Aiko lançou o disco de estreia dela em 2014, Souled Out.

O álbum foi o grande estouro na carreia de Aiko, que ficou reconhecida como um nome de importância na cena R&B. O trabalho conta com grandes sucessos, como “To Love & Die” e “The Pressure”, e ficou em primeiro lugar no ranking Top R&B/Hip-Hop Albums dos EUA. Em 2015, a artista foi indicada ao Grammy Awards pelas categorias Melhor Canção de R&B, Melhor Álbum Urbano Contemporâneo e Melhor Colaboração Rap/Cantado. 

+++LEIA MAIS: Grammy 2021: Veja os indicados às principais categorias

No ano seguinte, Aiko anunciou a formação da dupla Twenty88 com Big Sean, então namorado dela, e a estreia de disco colaborativo. Em 2017, foi a vez da artista estrear o álbum Trip, que foi lançado sem aviso prévio e contou com hits como “Sativa” e “While We’re Young”.


Grandes sucessos e colaborações.

“The Worst” foi um dos principais hits da carreira de Jhené Aiko, responsável pelo sucesso da artista quando ela lançou o primeiro EP, Sail Out. Contudo, ao longo da carreira, a cantora se juntou com inúmeros músicos para lançar novas canções - e esses foram alguns dos grandes sucessos de Aiko.

+++LEIA MAIS: Grammy 2021: Após ser adiada, cerimônia ganha nova data

Nessa lista, por exemplo, está “To Love & Die”, parceria com Cocaine 80s e  hit do disco de estreia Souled Out. O álbum Trip também acumula sucessos, como a parceria com Swae Lee “Sativa”, a colaboração com Big Sean “Moments” e “Oblivion”, com Dr. Chill

O álbum Chilombo soma aos hits da carreira de Jhené Aiko com grandes músicas, como “P*$$Y Fairy”, além da parceria com H.E.R. “B.S.” e da colaboração com John Legend “Lightining & Thunder”. 

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes


+++ CYNTHIA LUZ | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL