Grammy 2021: Conheça Kaytranada, DJ indicado na categoria Artista Revelação

O músico haitiano e canadense também concorre em Melhor Álbum de Dance /Eletrônica e Melhor Gravação de Dance

Julia Harumi Morita | @the_harumi Publicado em 26/02/2021, às 17h12

None
Kaytranada no Coachella 2015 (Foto: Getty Images /Matt Cowan)

Um artista anônimo cria uma composição dentro do próprio quarto e publica na web. Então, do dia para noite, viraliza e se torna uma das novas promessas da música. A história é conhecida, mas, como sempre, a diferença está nos detalhes. 

Com uma composição e produção singular, o DJ Kaytranada conquistou grandes artistas, se consolidou no gênero musical com remixes e discos aclamados, e conquistou três indicações no Grammy 2021: Artista Revelação, Melhor Álbum de Dance /Eletrônica e Melhor Gravação de Dance.

+++ LEIA MAIS: Grammy 2021: 6 músicas para conhecer Doja Cat, indicada na categoria Artista Revelação


Origem e primeiros passos 

Kaytranada nasceu em em Port-au-Prince, no Haiti, em 1992. Pouco tempo depois, a família do músico, batizado Louis Kevin Celestin, se mudou para Montreal, no Canadá, onde criou o garoto no meio de discos do Pink Floyd e de Bob Marley, segundo a Vice

Aos 14 anos, ele começou a criar beats e foi tomado por uma paixão que deixava pouco espaço para outras atividades, como a escola. “Eu realmente não me interessava na escola. Tudo estava me distraindo. Eu tinha uma batida na cabeça ou uma música. Eu nunca estava prestando atenção, apenas sonhava acordado. Eu não terminei o ensino médio," disse o DJ para o The Guardian

+++ LEIA MAIS: Grammy 2021: Conheça D Smoke, vencedor de reality da Netflix e rapper revelação


Sucesso na web 

Na web, o músico começou a construir o próprio legado como Kaytradamus e depois mudou o nome artístico para Kaytranada. Certa noite, em 2012, o músico assistiu ao show do Flying Lotus e foi atingido por uma inspiração fora do comum. 

+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes

Às 3h da madrugada, ele começou a ter ideia de beats, os quais, três horas mais tarde, resultaram em um remix de "If", da Janet Jackson. Ao nascer do sol, Kaytranada compartilhou a música no SoundCloud e foi dormir, como ele mesmo disse para à GQ

"Eu acordei de tarde e tinha todas essas notificações no meu celular. E eu fiquei tipo: 'O que é isso?'. Eu coloquei meu telefone de lado, tipo: 'Eu não acredito no que está acontecendo'. De repente, as pessoas estavam esperando meu próximo lançamento", disse o DJ para à GQ.

Desde então, Kaytranada virou uma sensação dentro e fora da internet. O produtor começou a fazer shows, assinou um contrato com uma gravadora, chamou atenção de músicos como Madonna e lançou dois discos aclamados.

+++ LEIA MAIS: Grammy 2021: 6 curiosidades sobre Folklore, disco indicado de Taylor Swift [LISTA]


Discos aclamados

Em 2016, Kaytranada lançou o primeiro álbum de estúdio, 99.9%. Com nota 8.0 da Pitchfork, o projeto contou com a participação de diversos artistas, entre eles,  Badbadnotgood e Aluna George - além de contar com um remix de "Pontos de Luz", de Gal Costa

Três anos mais tarde, o músico divulgou o segundo disco, Bubba (2019) e conseguiu superar o sucesso do álbum de estreia. Desta vez, o DJ contou com a colaboração de Pharrell Williams, Kali Uchis, Tinashe, entre outros.

+++ LEIA MAIS: Grammy 2021: Conheça Jack Harlow, hit do TikTok em ascensão no hip hop [ENTREVISTA]


Grammy 2021

Com o último disco da carreira, Kaytranada se prepara para a 63ª edição do Grammy 2021, na qual tem a chance de competir com Noah Cyrus, Doja Cat, Megan Thee Stallion, Phoebe Bridgers, Ingrid Andress, Chika e D Smoke, e levar um dos quatros prêmios principais da noite.

+++ LEIA MAIS: Grammy 2021: 6 músicas para entender a trajetória de Haim, banda indicada a Melhor Álbum 


+++ FBC E VHOOR REFLETEM SOBRE HIP-HOP: 'MÚSICA É PARA SER SENTIDA' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL