Grateful Dead terá documentário produzido por Martin Scorsese

Filme oficial, que celebra os 50 anos da banda, terá direção de Amir Bar-Lev, com imagens e gravações de show

Rolling Stone EUA Publicado em 24/10/2014, às 16h12 - Atualizado às 17h18

A banda Grateful Dead
AP

Para comemorar o 50° aniversário dos primeiros shows como banda, em 1965, o Grateful Dead tem planejado diversos projetos. O mais interessante deles é um documentário oficial, percorrendo toda a carreira do grupo, produzido por Martin Scorsese e dirigido por Amir Bar-Lev, recheado de imagens de arquivo inéditas, performances ao vivo e novas entrevistas com os integrantes da banda e outras personalidades do universo do Grateful Dead.

Relembre grandes momentos do Woodstock, que completa 45 anos este fim de semana.

“O Grateful Dead foi mais do que apenas uma banda. Eles tinham um mundo próprio, habitado por milhões de fãs devotados. Estou muito feliz que este filme esteja sendo feito e orgulhoso por estar envolvido”, afirma Scorsese em comunicado. O diretor Bar-Lev acrescenta: “Faz dez anos desde a primeira vez em que eu comecei a trabalhar em um filme sobre o Grateful Dead e estou muito animado que isso finalmente vai acontecer”.

Os integrantes remanescentes da banda, Mickey Hart, Bill Kreutzmann, Phil Lesh e Bob Weir, também comentam o documentário. “Milhões de histórias foram contadas sobre o Grateful Dead. Com o 50º aniversário chegando, pensamos que seria a hora de contarmos a nossa versão e o Amir é o cara perfeito para nos ajudar a fazer isso. Não é preciso dizer, estamos até acanhados em ter a colaboração de Martin Scorsese”.

Galeria: bandas que carregam a morte no nome.

“De O Último Concerto de Rock a George Harrison: Living in the Material World, passando por Bob Dylan e Rolling Stones, ele fez alguns dos melhores documentários musicais de todos os tempos com nossos artistas favoritos e nos sentimos honrados de tê-lo envolvido no projeto”, continua o grupo. “Os 50 anos serão uma marca monumental para celebrar com os fãs. Não podemos esperar para compartilhar este filme com eles.”