Gravadora lançará loja virtual

Inglesa EMI disponibilizará conteúdo exclusivo e preços mais baratos em portal, com lançamento previsto para o fim deste ano

Da redação Publicado em 09/10/2008, às 17h44

A gravadora britânica EMI anunciou nesta quinta-feira, 9, o lançamento de uma loja virtual de músicas. De acordo com o comunicado, a intenção não é competir com a Amazon, ou com o iTunes, mas, sim, disponibilizar aos fãs materiais exclusivos de áudio e vídeo.

A loja poderá estrear lá fora ainda neste ano, possivelmente antes do Natal. O portal ainda terá conteúdos gratuitos, mas o sistema de pay-per-download irá prevalecer.

É possível ainda que a loja ofereça aos clientes preços mais baixos do que os praticados por outras lojas virtuais, já que a gravadora não terá que repassar uma parte de seus lucros para outra companhia, como a Apple (dona do iTunes), que tira 35 centavos de dólar da EMI ao intermediar a venda de cada uma das canções vendidas de artistas contratados pela gravadora.

De acordo com o blog Listening Post, da revista Wired, a EMI detém 8% do mercado norte-americano de música, muito atrás das outras três majors - Universal, Sony e Warner Music.