Grey's Anatomy: os 5 fatos mais tristes sobre Meredith

A personagem interpretada por Ellen Pompeo passou por diversos contratempos, mas a dor e o sofrimento nunca a derrubaram

Redação Publicado em 26/11/2020, às 11h32

None
Ellen Pompeo como Meredith Grey em Grey's Anatomy (Foto: Reprodução)

Interpretada por Ellen Pompeo, Meredith Grey aparece em centenas de episódios de Grey's Anatomy, tornando-se uma das personagens fictícias mais duradouras de todos os tempos.

Ao longo da série, ela passa de estagiária a chefe de Cirurgia Geral no Gray Sloan Memorial Hospital. No entanto, nada disso a impediu de ter momentos devastadores, tristes e/ou desesperadores.

Meredith enfrentou vários contratempos, mas a dor e o sofrimento nunca a derrubaram. Como Jackson Avery, “a coisa mais incrível sobre Meredith é que ela aceita a dor, a perda, e as transforma em impulso.”

Tendo isso em mente, confira os 5 fatos mais tristes sobre a personagem (via ScreenRant):

Hábitos autodestrutivos

Meredith não lida bem com o estresse. Quando ela descobre sobre a esposa de Derek, por exemplo, começa a se automedicar com tequila.

Meredith também se torna suicida quando sua mãe, Ellis, expressa seu desapontamento com o quão inexpressiva sua carreira é comparada à dela. Tem hora que ela não consegue se concentrar numa prova por causa das brigas com o pai.

+++LEIA MAIS: Disney+ : 7 séries animadas que mal podemos esperar para rever [LISTA]


Colegas problemáticos

Penelope Blake, também conhecida como Penny, é apresentada no episódio “How To Save A Life” (“Como Salvar Uma Vida”, em português). Ela é uma das médicas que maltratam Derek após o acidente, levando à sua morte.

Penny é contratada no Gray Sloan Memorial Hospital, lembrando Meredith da morte de Derek toda vez que ela a vê.

Já no início da série, quando Meredith começa a sair com Derek discretamente, a residente Miranda Bailey pega os dois no flagra e decide tornar sua vida o mais miserável possível. As duas eventualmente se tornam amigas, mas Meredith não precisava desse drama todo.


Dizer adeus à melhor amiga dela

Cristina Yang era uma das melhores amigas de Meredith, além de ser uma das personagens favoritas dos fãs. Na 10ª temporada, Yang decide se mudar para a Europa depois de aceitar uma oferta de trabalho. O final dela é satisfatório para os telespectadores, já que muitos temiam que ela morresse. Mas Meredith sente a dor. 

E pior: a substituta de Yang, Maggie Pierce, é uma pessoa com quem ela não se dá muito bem.


Experiências de quase-morte

Meredith enfrentou muitos sustos ao longo da série. Sem contar os incidentes de avião, ela chegou perto de morrer na Baía de Elliot. Na ocasião, ela atende vítimas de um acidente de balsa, mas um dos pacientes a empurra acidentalmente para a água.

Inicialmente, ninguém percebe que ela está desaparecida, mas, felizmente, uma garotinha conta a Derek e ele pula na água para salvá-la. 

Já na 17ª temporada, Meredith é diagnosticada com Covid-19, forçando seus colegas a lutar para salvá-la.

+++LEIA MAIS: The Office: quem são os funcionários mais ricos da Dunder Mifflin de Scranton?


Problemas de gravidez

Durante um tiroteio em massa no hospital, Meredith sofre um aborto espontâneo. Depois disso, ela tenta ter um bebê, mas descobre que tem um ‘útero hostil’. Por isso, ela tem a ideia de adotar um bebê do Malaui.

As coisas se complicam quando Derek se recusa a criar um filho com ela depois de saber sobre o incidente de Adele. Nesse momento, é fácil ter pena dela, pois todos os seus esforços para ter um filho foram frustrados. Felizmente, ela prossegue com a adoção.

 


+++ SIGA NOSSO SPOTIFY - conheça as melhores seleções musicais e novidades mais quentes!

 


+++ FROID: 'QUERO CHEGAR A UM NÍVEL POPULAR' | ENTREVISTA | ROLLING STONE BRASIL