Grimes vende a própria alma em leilão

A artista realiza a primeira exposição plástica da carreira - apesar de se ver melhor assim

Redação Publicado em 29/05/2020, às 15h39

None
Grimes no clipe de “You'll Miss Me When I'm Not Around” (Foto: YouTube / Reprodução)

Não há limites na publicidade. Grimes é uma das maiores provas disso. A artista anunciou nesta semana um leilão para venda da própria alma, informa Consequence of Sound. A venda faz parte de uma nova junta artística dela.

A exposição online chama-se “Selling Out”, ou “Se vendendo”, em português. Conta com desenhos, fotos, artes digitais e diversas criações de Grimes. Ficará em cartaz entre 28 de maio e 3 de junho no Gallery Platform Los Angeles e Maccarone Los Angeles - este, entre 28 de maio e 31 de agosto.

+++ LEIA MAIS: Filho de Elon Musk e Grimes recebe o nome bizarro de X Æ A-12 Musk - e a cantora explica o motivo

“Me vejo como uma artista visual, acima de tudo,” explicou Grimes para Bloomberg. “Sempre achei estranho que as pessoas me conheçam pela música. “[As obras visuais são] uma continuação, mais do que uma divisão, da música.”

Para Grimes, Selling Out é uma extensão dela própria. Por isso, vende a alma. O comprador será aquele com lance mais alto no leilão, e virá acompanhado de um documento garantindo a compra de uma porcentagem - ainda desconhecida - do espírito dela. “A ideia da arte como documentos legais me pareceram muito intrigantes.”

+++ LEIA MAIS: Grimes lança clipe com tela verde e pede para os fãs completarem o vídeo

Ela explica, porém, que a ideia inicial era ser apenas uma piada. Não era para ser vendida, e o preço era US$ 10 milhões. Em meio à pandemia, porém, achou presunçoso, e resolveu fazer um leilão. As peças de Grimes, explica os museus, são oferecidas com preços justos para uma artista iniciante - as mais baratas são impressões de US$ 500, e as pinturas chegam até US$ 15 mil.

+++ VITOR KLEY | A TAL CANÇÃO PRA LUA | SESSION ROLLING STONE