Grupos de k-pop com estrangeiros ou sem coreanos preocupam fãs, diz site; entenda a confusão

Para alguns fãs, o k-pop representa a uma cena específica do pop da Coreia

Redação Publicado em 09/09/2020, às 08h31

None
NiziU (Foto: Reprodução / Youtube)

Com o sucesso dos grupos de k-pop, muitas gravadoras decidiram expandir o mercado musical e investir em grupos com artista japoneses, chineses e norte-americanos. Contudo,  segundo informações do site Korea Times reproduzidas pelo South China Morning Post, a situação gerou um debate: como classificar um grupo como k-pop?

Bem, vale lembrar que a nomenclatura k-pop representa o pop coreano, em inglês, korean. O k-pop envolve diversos gêneros musicais e, basicamente, inclui todos os artistas da música popular coreana. 

Porém, após a explosão de grupos como o BTS e Blackpink, o k-pop passou a ser quase sinônimo de boybands e girlbands. Dessa forma, grupos com estrangeiros ou sem integrantes coreanos foram rotulados como k-pop. 

+++ LEIA MAIS: Quem é a nova geração do k-pop: o que esperar do futuro dos ídolos sul-coreanos?

É o caso da girlband NiziU, formada por cantoras japonesas, e da boyband WayV, que possui somente integrantes chineses. Os dois grupos são acusados de utilizar a fórmula do K-pop para fazer sucesso com um estilo musical próprio da Coreia.

De acordo com Lee Gyu-tag, professor de antropologia cultural na George Mason University Korea, o k-pop “se tornou uma fonte de orgulho nacional para os coreano, então eles não querem ver gravadoras tomando as músicas deles para outros lugarees".

+++ LEIA MAIS: Beatles e BTS são únicos artistas a baterem recorde de discos em 2020; entenda

“Alguns coreanos se preocupam que a criatividade do k-pop seja roubada”, disse o professor para o Korea Times ao se referir às coreografias, maquiagens, sistemas de treinamentos característicos do estilo musical. 

Por outro lado, ele lembra que o k-pop é “essencialmente uma mistura da música norte-americana e japonesa, o que significa que não é completamente original”.  

“O hip hop coreano, por exemplo, é bem diferente do hip hop norte-americano, então frequentemente cai em uma categoria separada. Da mesma forma, a música desses grupos é bem capaz de ganhar um novo nome, como jk-pop [k-pop japonês] ou ck-pop [k-pop chinês]”.


+++ BK' lança novo disco e fala sobre conexão com o movimento Vidas Negras Importam: 'A gente sabia que ia explodir'