Guillermo Del Toro quer transformar Círculo de Fogo em uma trilogia

Filmagens do segundo filme da cinessérie começam no fim de 2015

Redação Publicado em 18/10/2014, às 10h00

Cena do filme Círculo de Fogo, de Guillermo Del Toro
Divulgação

Guillermo Del Toro, indicado ao Oscar de Melhor Roteiro Original por O Labirinto de Fauno, tem planos ainda mais ousados para Círculo de Fogo (nos Estados Unidos o título é Pacific Rim) e revelou ao Collider que quer transformar o filme em uma cinessérie com três longas-metragens.

Retrospectiva: as maiores decepções do cinema em 2013; entre elas, Círculo de Fogo.

Apesar de vacilar em bilheteria doméstica, com US$ 101 milhões (US$ 89 milhões a menos do que o custo de produção), o primeiro filme da nova trilogia foi bem ao redor do planeta e garantiu uma arrecadação total de US$ 411 milhões e a continuação da história.

Os 20 melhores filmes de monstro da história.

De acordo com Del Toro, o rascunho do roteiro do segundo longa já está pronto e será trabalhado por quatro ou cinco meses. “Vamos começar a pré-produção em agostou ou setembro e filmaremos em novembro e dezembro do ano que vem”, contou o diretor.

A diversão é garantida em Círculo de Fogo; a profundidade narrativa, nem tanto.

“Alguns dos seus personagens favoritos retornarão, outros não, pois decidimos ser ambiciosos: ‘vamos torcer para que teremos ter três filmes’. Então alguns personagens aparecerão no final do segundo, esperando fazer parte da história em um terceiro longa", explicou.

Círculo de Fogo 2 tem lançamento previsto para abril de 2017 e foi descrito por Del Toro como “uma experiência completamente diferente”.