Pulse

Guitarrista do The Smiths nega reunião da banda e ironiza posicionamento político de Morrissey

Johnny Marr sugeriu que líder do partido político do qual Morrissey apoia tocasse guitarra em seu lugar

Redação Publicado em 08/11/2019, às 12h12

None
Johnny Marr (Foto: Grant Pollard/ Invision/ AP)

Depois de surgirem mais rumores sobre o retorno do The SmithsJohnny Marr, mais uma vez, mostrou que isso não vai acontecer. 

O guitarrista vem negando a reunião desde que o vocalista do The SmithsMorrissey, se assumiu um posicionamento político de extrema direita. Mas pelo menos desta vez, Marr se divertiu um pouco depois de um fã pedir para que ele confirmasse a suposta turnê no Twitter. 

"Preciso muito saber se vai acontecer para que eu possa conseguir um empréstimo e vender tudo o que possuo para ir a todos os shows", escreveu o fã. 

+++ LEIA MAIS: Turnê de Morrissey nos Estados Unidos encalha e ingressos podem ser comprados por 7 dólares

Marr respondeu o tuíte: "Com Nigel Farage na guitarra", referindo-se ao líder do Partido Brexit de extrema direita.

A resposta do guitarrista deu a entender que seria mais fácil para Morrissey ensinar o político a subir no palco para dedilhar as notas de abertura de "How Soon Is Now?" do que Marr fazer isso. 

Embora os músicos tenham sido melhores amigos e parceiros criativos, atualmente, os posicionamentos políticos de cada um são extremamente diferentes. 

+++ LEIA MAIS: Para Morrissey, manifestantes de esquerda em seu show foram "golpe" da imprensa

Morrissey, por exemplo, participou do The Tonight Show, estrelado por Jimmy Fallon, com um bottom de apoio ao partido de extrema direita da Grã-Bretanha e desde então, tem sido alvo de críticas. Enquanto Mar, possui um posicionamento político de esquerda e canalizou todo o desespero pós-Brexit no álbum solo, Call the Comet, lançado em 2018.