Guns N' Roses processa cervejaria por vender bebida com nome semelhante ao da banda

A queixa registrada afirma que a bebida Guns ‘N’ Rosé pode induzir os consumidores a acreditarem que existe uma ligação com a banda

Redação Publicado em 15/05/2019, às 14h30

None
Slash em apresentação no Brasil (Foto: Thaís Azevedo)

Segundo a Reuters, a icônica banda de rock processou a cervejaria norte-americana, Oskar Blue, do Colorado, acusando-a de infringir direitos autorais ao vender uma bebida alcoólica chamada de Guns ‘N’ Rosé sem permissão.

A queixa foi registrada no tribunal federal de Los Angeles na última quinta, 9. O Guns N’ Roses acusou a cervejaria de abusar do prestígio e da fama do grupo ao comercializar o produto e induzir os consumidores a acreditarem que a banda tem ligação com a bebida.

Os integrantes Axl Rose, Slash e Duff McKagan também pontuaram sobre a comercialização de bens derivados (camisetas, adesivos, bottons e lenços de cabeça) sendo como “um item associado exclusivamente” com a banda e pedem indenizações e a suspensão da venda desses produtos.

Guns N’ Roses deu início a queixa da Oskar Blues declinar a solicitação dos direitos autorais da “Guns N' Rose” e de qualquer uso futuro desse nome ou do nome da banda. No entanto, a cervejaria declarou que continuaria vendendo a bebida até março de 2020.

+++ De Everest a Frank Sinatra: 16 histórias que todos os fãs de Beatles deveriam saber