Texto põe em dúvida carta deixada pelo rapper Guru

Família afirma que o cantor estava em coma desde fevereiro, o que leva a crer que o músico não poderia ter escrito carta de despedida no hospital, como afirmou produtor

Da redação Publicado em 22/04/2010, às 14h01

A família do rapper Guru publicou uma carta sobre a morte do músico nesta quarta-feira, 21, no blog do DJ Premier, seu ex-parceiro no Gang Starr. Indiretamente, o texto coloca em dúvida a carta que Guru supostamente teria escrito antes de morrer.

O rapper morreu na última segunda-feira, 19, aos 43 anos, vítima de câncer. Solar, produtor e amigo do músico, divulgou uma carta, que teria sido escrita por Guru no hospital - entre seus últimos desejos, estava a vontade de passar todo o controle sobre decisões envolvendo seu nome, bem como os cuidados de seu filho, a Solar, frisando não querer nada ligado ao ex-parceiro Premier.

Além do texto da família de Keith Elam, verdadeiro nome de Guru, estar publicado no blog de Premier, outro fato fez com que alguns fãs duvidassem da autenticidade da carta: os familiares alegam que o rapper estava em coma desde meados do mês de fevereiro. E isso não é tudo: a família diz não ter conhecimento sobre nenhuma instituição apoiada por Guru - e na carta publicada por Solar, a ONG Each One Count é citada.

Sobre a saúde do rapper, a família afirmou: "Guru sofreu de mieloma múltiplo [câncer que se desenvolve na medula óssea] por cerca de um ano. Complicações da doença levaram à insuficiência respiratória e parada cardíaca. Como resultado, Guru ficou em coma desde meados de fevereiro até sua morte e nunca mais recuperou a consciência".

Eles acrescentam: "A família Elam agradece aos fãs do nosso filho/irmão/pai/tio/sobrinho/primo Keith por todo amor, preocupação e apoio. Nossos corações estão quebrados pela perda de uma pessoa que amamos tanto. Guru era muito dedicado ao seu filho, que é quem mais vai sentir sua falta".

A carta ainda diz que um memorial está sendo planejado pela família de Guru para acontecer no "futuro próximo". "Sabemos que muitos fãs querem expressar suas condolências e amor."

Palavras do DJ Premier

Premier não quis comentar a suposta carta escrita por Guru, demonstrando em seu blog tristeza por "perder o cara que vou continuar chamando de irmão".

"De 1988 a 2004, nós tivemos uma experiência de muito sucesso juntos e estávamos dispostos a expandir nossos negócios de maneira independente, dando um ao outro o que Guru chamava de 'espaço criativo', antes de nos reunir para nosso sétimo disco. Tragicamente, esse dia nunca vai chegar", afirmou Premier.

Sobre a carta publicada por Solar, tudo o que o ex-Gang Starr tem a dizer é que "nosso tempo juntos foi muito bonito, construímos o legado do hip-hop juntos e ninguém pode re-escrever nossa história ou tirar o amor que tenho por ele. A única coisa que eu nunca farei é brincar com a verdade sobre sua vida."

Ele ainda diz que vai celebrar a vida de Guru, honrar sua memória, relembrar toda a história do Gang Starr, sofrer sua morte prematura junto da família Elam e principalmente cuidar "com carinho" de tudo o que eles criaram juntos no Gang Starr. "Vou sentir falta da sua voz monótona quando ele entrava na sala, mas as músicas sempre o trarão para perto de mim. Suas rimas eram insanas e eu nunca vou tirar ele do meu coração e da minha alma. Descanse em paz . Eu te amo."