Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone
Notícias / Acidente

Gwyneth Paltrow fala sobre julgamento por acidente de esqui: ‘Não sei se já processei’

Atriz classificou como ‘estranho’ o julgamento por conta de uma colisão

Redação Publicado em 02/10/2023, às 11h39

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Gwyneth Paltrow (Foto: Monica Schipper/Getty Images for Daily Front Row)
Gwyneth Paltrow (Foto: Monica Schipper/Getty Images for Daily Front Row)

A colisão entre a atriz Gwyneth Paltrow e o optometrista Terry Sanderson em uma estação de esqui há sete anos continua gerando debate. No começo deste ano, os dois se enfrentaram nos tribunais por conta de uma ação movida contra ela em 2019, após o acidente, quando os dois colidiram acidentalmente em uma pista de esqui para iniciantes em 2016. 

Em entrevista ao The New York Times, Paltrow falou sobre o processo, no qual ela ganhou um dólar como indenização, além dos honorários de seus advogados."A coisa toda foi muito estranha. Nem sei se já processei. Foi algo que senti como se tivesse sobrevivido", disse ela sobre o julgamento. “Às vezes na minha vida, levo muito tempo para olhar para trás, processar algo e entender algo.”

+++LEIA MAIS: O que Gwyneth Paltrow sussurrou para Terry Sanderson após júri declarar sua inocência

Sanderson processou a atriz por colidir com ele por trás, enquanto esquiava com um instrutor. Além de alegar que o instrutor teria apresentado um relatório falso. O advogado da atriz chegou a dizer à People: "Este processo é completamente sem mérito. Qualquer pessoa que ler os fatos perceberá isso." Em sua defesa. Paltrow disse que o optometrista havia colidido com ela e estava tentando “explorar sua fama e riqueza.“

Inicialmente, Sanderson pediu 31 milhões de dólares em indenizações. O juiz, no entanto, decidiu que o valor exigido por ele não poderia passar de 300 mil dólares. A atriz pediu um dólar além dos honorários de seus advogados. O julgamento durou duas semanas e um júri de Utah, estado onde o aconteceu o ocorrido, decidiu que o optometrista era o culpado pelo acidente. 

+++LEIA MAIS: Dublê de Gwyneth Paltrow relembra filmagens traumáticas de O Amor É Cego: 'Fiquei muito assustada'