Gwyneth Paltrow se arrepende de ter feito O Amor é Cego: 'Muito perturbador'

Atriz não gostou da sensação de ser julgada como obesa, mas ainda fez o filme - e se arrepende até hoje

Yolanda Reis | @_ysreis Publicado em 31/01/2021, às 14h00

None
O Amor é Cego (Foto: Divulgação / Fox)

Gwyneth Paltrow  revelou, em entrevista para Netflix, que O Amor é Cego (2001) é o trabalho que menos gosta entre todos os que já fez. Chamou, inclusive, o filme de “desastre.” No longa de 2001, a atriz interpreta Rosemary, uma garota obesa, e par romântico do canalha Hal (Jack Black ).

“O primeiro dia que usei a rouba de gorda, eu estava no Tribeca Grand [hotel em NY] e atravessei o lobby. Foi muito triste. E muito perturbador,” comentou a Paltrow.

+++ LEIA MAIS: Vela com essência da vagina de Gwyneth Paltrow explode na casa de cliente

“Ninguém olhava nos meus olhos por ser obesa. Por algum motivo, as roupas que fazem para mulheres acima do peso são horríveis. Me senti humilhada porque todo mundo foi muito mal educado.”

Paltrow, conhecida por falar abertamente da emancipação feminina e liberdade sexual das mulheres, mostra-se arrependida de ter feito o longa sexista e bastante preconceituoso com obesas.

+++LEIA MAIS: Jack Black esquece que esteve em O Amor não Tira Férias: "Eu tenho um filme de Natal?" [VÍDEO]

+++ OS PIORES FILMES DE 2020 | ROLLING STONE BRASIL