Há 35 anos, ‘Noite dos Discos Voadores’ assustou moradores em estados do Brasil

Em maio de 1986, diversos pontos luminosos foram vistos por brasileiros de vários estados - a noite ficou marcada na história como um avistamento simultâneo de OVNIs

Camilla Millan Publicado em 27/05/2021, às 17h47

None
Imagem de OVNI (Foto: Reprodução / YouTube)

Há 35 anos, diversas luzes vistas no céu marcaram uma noite notória na história brasileira. Em 19 de maio de 1986, moradores de diversos estados viram objetos luminosos voando em rotas aéreas - e desde então, o momento ficou marcado como a 'Noite dos discos voadores'.

Conforme noticiado pelo UOL, até hoje não há confirmação sobre o que eram esses objetos, mas eles foram classificados como óvnis (objetos voadores não identificados). Vistas em São Paulo, Goiás, Rio de Janeiro e Paraná, as luzes coloridas foram registradas pela aeronáutica e, inclusive, pelos pilotos dos aviões que voavam no dia.

+++LEIA MAIS: Oi? Cientistas apontam que há 50% de chance de estarmos vivendo em uma simulação

Os relatos da época eram curiosos. Segundo testemunhas, assim que um avião se aproximava, os objetos fugiam. Além disso, as luzes alcançavam uma velocidade superior ao som, voando em zigue-zague. 

Naquela noite, segundo o G1, apenas no céu de São José dos Campos (SP) foram vistos 21 pontos luminosos desconhecidos. Sem saber do que se tratava, cinco caças da Força Aérea Brasileira (FAB) foram enviados para "combater" o inimigo desconhecido.

+++LEIA MAIS: Pentágono finalmente divulga vídeos secretos de OVNIs captados por Tom DeLonge, ex-Blink 182; assista

Sérgio Mota da Silva, controlador de voo que trabalhava no dia, falou ao G1 que detectou os pontos luminosos no radar. Segundo o profissional, na época, os chefes disseram se tratar de uma guerra eletrônica - mas ele acredita que nãos e tratou disso.

“Nesses eventos, possíveis inimigos usam aparelhos para confundirem o radar, colocando pontos de luz. Eles se confundem com aviões e bagunçam o controle do espaço aéreo. Apesar da explicação, esses pontos não poderiam ser vistos por olhos humanos, diferente do que aconteceu naquele dia,” disse.

+++LEIA MAIS: Duna? Star Wars? Não, realidade: cientistas encontram possível indício de vida extraterrestre em Vênus

Afinal, o que aconteceu na Noite dos Discos Voadores?

Os acontecimentos foram confirmados pelo Ten Brig Ar Octávio Júlio Moreira Lima, Ministro da Aeronáutica da época. Depois disso, o ocorrido passou a ser identificado como “Noite dos discos voadores” ou “Noite oficial dos óvnis”.

Anos depois, em 25 de setembro de 2009, a Força Aérea Brasileira divulgou um relatório oficial sobre o ocorrido: “Como conclusão dos fatos constantes observados, em quase todas as apresentações, este Comando é de parecer que os fenômenos são sólidos e refletem de certa forma inteligência, pela capacidade de acompanhar e manter distância dos observadores, como também voar em formação, não forçosamente tripulados.”

+++LEIA MAIS: A fascinação por Marte: como a cultura pop enxerga o planeta vermelho, aliens verdes, Tim Burton, Watchmen e mais

Outros registros oficiais, publicados em 2015, provam os relatos dos pilotos, assim como o comportamento inusitado das luzes, que chegavam a perseguir os aviões. Mais de 10 áudios da noite foram disponibilizados e se referem ao acontecimento inusitado.

Apesar dos registros, ainda não há certeza do que ocorreu aquela noite. Pesquisadores, no entanto, acreditam ter a resposta. Em entrevista ao G1, Renato Mota (consultor da revista UFO) afirma se tratar do maior contato de vida inteligente fora da Terra com humanos. “São 130 bilhões de estrelas. Achar que só a Terra é habitada é egoísmo. Hoje a questão não é mais se existe vida fora da Terra, já sabemos. A questão agora é quando eles vão se apresentar.”


+++ MV BILL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL