Pulse

Há 61 anos, Buddy Holly se reuniu em estúdio pela última vez

Músico gravou as músicas “Raining In My Heart”, “Moondreams” e “It Doesn’t Matter Anymore”

Redação Publicado em 21/10/2019, às 17h25

None
Buddy Holly (Foto: AP)

No dia 21 de outubro de 1958, Buddy Holly se reuniu em estúdio pela última vez. O músico gravou as músicas “Raining In My Heart”, “Moondreams” e “It Doesn’t Matter Anymore” na cidade de Nova York.

As faixas gravadas foram apresentadas no álbum póstumo The Buddy Holly Story, em 1959.

+++ LEIA MAIS: Os 80 anos de Buddy Holly

Buddy Holly fez história no rock. O cantor, compositor e guitarrista se mostrou muito influente ao deixar a própria impressão musical nos conteúdos produzidos nos anos 1950 e 1960. A Rolling Stone EUA o classificou em 13º lugar na lista dos "100 Maiores Artistas De Todos os Tempos".

Menos de um ano depois de se reunir no estúdio pela última vez para gravar as músicas, Buddy Holly morreu aos 22 anos em 3 de fevereiro de 1959. O avião que transportava Holly, além de J.P. Richardson e Ritchie Valens caiu em um campo coberto de neve em Clear Lake, Iowa. A data ficou marcada como "o dia em que a música morreu" - descrito na música "American Pie" (1972), de Don McLean.

Ouça as músicas gravadas por Buddy Holly na última ida do músico ao estúdio:

“Raining In My Heart”

A calma e romântica melodia de Buddy Holly contagia. A junção entre a voz do músico e os instrumentais é uma combinação simples, mas igualmente cativante.

+++ LEIA MAIS: Dez clássicos de Buddy Holly and The Crickets

A surpresa na gravação é ouvir a contagem da marcação da música, além da conversa no estúdio.


“Moondreams”

Os instrumentais que acompanham os vocais suaves e potentes de Buddy Holly são destaque. O charme da música “Moondreams” vem da marcação e do cuidado da orquestra e do músico com a canção. Buddy Holly coloca com precisão as notas rasgadas.

+++ LEIA MAIS: Os últimos dias de Buddy Holly


“It Doesn’t Matter Anymore”

O rock pop de “It Doesn’t Matter Anymore” é impressionante. A mistura de gêneros, que ainda inclui o country, funciona muito bem. O experimentalismo de Buddy Holly fica em evidência nessa faixa.

+++ LEIA MAIS: Time de Estrelas Celebra Buddy Holly