Halle Berry relembra brigas com diretor Bryan Singer nas gravações de X-Men

"Bryan não é o cara mais fácil de se trabalhar", comentou a atriz em entrevista

Redação Publicado em 09/09/2020, às 19h58

None
Halle Berry e Bryan Singer (Foto 1: Kevin Winter/Getty Images/ Foto 2: Matt Sayles/Invision/AP)

Em entrevista à Variety, via ScreenRant, Halle Berry, intérprete da Tempestade em quatro longas da franquia X-Men, relembrou sobre brigas que teve com diretor Bryan Singer nas filmagens de X-Men: O Filme.

"Bryan não é o cara mais fácil de se trabalhar. Quer dizer, todo mundo já ouviu as histórias - eu não preciso repeti-las - e ouviu sobre seus desafios e contra o que ele luta. Às vezes eu ficava muito zangado com ele. Eu tive algumas brigas com ele, disse alguns palavrões de pura frustração. Quando eu trabalho, levo isso a sério", comentou Berry.

+++ LEIA MAIS: Tempestade na Marvel, Halle Berry quase morreu filmando 007 - e Pierce Brosnan salvou a vida dela

Na conversa, a atriz continuou: "Às vezes, por causa do que quer que ele esteja lutando, ele nem sempre se sentia presente. Ele não se sentia lá. E nós estamos lá fora, em nosso pequeno palco do X-Men congelando nossa bunda em Banff, Canadá, com clima abaixo de zero e ele não está se concentrando. E estamos congelando. Você pode ficar um pouco bravo".

No comando de X-Men: O Filme, o diretor Bryan Singer já era acusado de abuso sexual. Nos bastidores, também houve uma briga entre Singer e o produtor Tom DeSanto, que tentou interromper uma gravação porque o cineasta estava alterado por drogas. 

+++ LEIA MAIS: Os bastidores do primeiro X-Men: Assédio, brigas e Michael Jackson

Antes de X-Men, Singer já lidava com processos, como o dos atores de O Aprendiz (1988), que alegaram terem sido obrigados a tirar a roupa para uma cena. Depois do filme dos heróis, foi demitido de Bohemian Rhapsody


+++ BK' lança novo disco e fala sobre conexão com o movimento Vidas Negras Importam: 'A gente sabia que ia explodir'