Harry Potter: 4 alterações feitas nos livros ao 'importarem' da Inglaterra aos EUA [LISTA]

Os livros contam com diferentes palavras, frases e até mudanças de sentido

Redação Publicado em 26/08/2020, às 17h27

None
Rony Weasley e Harry Potter (Foto: Reprodução)

A saga de livros de Harry Potter, de J.K. Rowling, mudou muito quando foi adaptada para os cinemas. No entanto, antes das transformações para as telonas, a narrativa sofreu alterações quando as obras foram “importadas” da Inglaterra para os Estados Unidos. As informações são do Screenrant.

+++LEIA MAIS: 4 cenas clássicas de Harry Potter - mas que não existem nos livros [LISTA]

Há pequenas diferenças entre as edições dos Estados Unidos e Inglaterra - e um exemplo famoso é o título Harry Potter e a Pedra Filosofal. Na versão britânica, o original era “Philosopher’s Stone”, e foi transformado em "Sorcerer’s" na edição norte-americana.

No entanto, as obras sofreram mais mudanças, e o Screenrant listou 4 alterações feitas nos livros quando foram publicados nos Estados Unidos; confira:

+++LEIA MAIS: 40 anos de Harry Potter: 11 itens para celebrar o aniversário do personagem

Mudanças de palavras

Ao longo dos livros, diversas mudanças ocorreram para se adequar ao inglês dos EUA. “Caramelo”, do Reino Unido, se transformou em “melado de caramelo”, dos Estados Unidos, e “revisão de cronograma” mudou para “cronograma de estudo”, por exemplo.


Aranhas

Em Harry Potter e a Câmara Secreta, a edição dos Estados Unidos inclui mais detalhes sobre os momentos em que Harry avista as aranhas. O livro britânico possui descrições mais curtas, como “grandes aranhas estavam correndo pelo chão", em uma "linha anormalmente reta como se estivessem tomando o caminho mais curto para um encontro pré-combinado".

+++LEIA MAIS: Babyliss e guarda-roupa: 5 curiosidades sobre Snape, de Harry Potter, que você provavelmente não percebeu [LISTA]

Na versão dos EUA, há mais detalhes sobre o avistamento, como em “os olhos de Harry se estreitaram enquanto ele se concentrava nas aranhas. Se elas seguissem seu curso fixo, não poderia haver dúvida sobre onde iriam parar”.


Amizade entre Lupin e Sirius Black

Lupin e Sirius eram grandes amigos, e isso é observado na versão britânica do livro Prisioneiro de Azkaban, quando o professor diz a Harry:  "Não sou amigo de Sirius há doze anos, mas agora sou, deixe-me explicar”.

+++ LEIA MAIS: Por que Voldemort não tem nariz? Essa e outras dúvidas sobre o vilão de Harry Potter [LISTA]

Na edição dos Estados Unidos, o detalhe do tempo foi tirado da fala de Lupin, que apenas afirma “Eu não sou amigo de Sirius”. Os doze anos representam o tempo em que Sirius permaneceu em Azkaban e Lupin acreditava que ele era um assassino. 


Retorno de Voldemort

No primeiro capítulo de Harry Potter e o Cálice de Fogo, Voldemort e Rabicho estão conversando dentro da casa da famíla Riddle. Na versão britânica, o vilão diz: "Mais um obstáculo removido e nosso caminho para Harry Potter está livre". No entanto, nos Estados Unidos, a palavra “obstáculo” foi alterada para “morte”.

+++LEIA MAIS: Harry Potter: quanto tempo realmente durou a busca pelas Horcruxes de Voldemort?

Não foi a única vez que ocorreu essa alteração. Em outra frase, o Lorde das Trevas diz “Mais uma maldição, meu fiel servo em Hogwarts”, e na versão dos EUA, a palavra “maldição” foi substituída para “assassinato”. As falas de Pedro Pettigrew também foram modificadas para dar um tom mais obscuro, substituindo “maldição” por “assassinato”. 


+++ DELACRUZ SOBRE FILHOS, VIDA E MÚSICA: 'ME ENCONTREI NO AMOR, NA FAMÍLIA, NO LADO BOM'