Harry Styles: 4 possíveis referências à ex-namorada Camille Rowe no novo disco Fine Line [LISTA]

O músico descreve o álbum como "é tudo sobre transar e se sentir triste"

Redação Publicado em 16/12/2019, às 18h28

None
Harry Styles e Camille Rowe (Foto 1: Reprodução / Ryan McGinley para Rolling Stone EUA | Foto 2: YANN BOHAC/SIPA/AP Images)

Harry Styles lançou na sexta, 13, Fine Line - um álbum que fala bastante sobre término de relacionamento e conta com algumas alusões ao namoro do músico com a modelo francesa Camille Rowe.

No início deste ano, o produtor Kid Harpoon revelou à Rob Sheffield, da Rolling Stone EUA: "Ele passou por essa separação que teve um grande impacto sobre ele. Mas eu continuava dizendo: 'A melhor maneira de lidar com isso é colocá-la nessas músicas que você está escrevendo.'"

+++LEIA MAIS: Harry Styles revela os segredos do disco Fine Line: de cogumelos alucinógenos à voz da ex-namorada

"As estrelas não se alinharam para que eles fossem uma coisa eterna", disse Harpoon à Styles para ajudá-lo a lidar com término. "Mas eu disse a ele a famosa citação de Iggy Pop: 'Eu só namoro mulheres que vão me foder, porque é onde as músicas estão.' Eu disse: 'Você tem 24, 25 anos, está na categoria de bacharel qualificado. Apenas namore mulheres incríveis, ou homens, ou o que quiser, mas que vão te ferrar, e explore e tenha uma aventura, deixe que isso o afete e escreva músicas sobre isso."

Ao mesmo tempo, Styles é bem fechado quando o assunto é a vida pessoal e prefere não expor detalhes de relacionamento: "Não é como se eu já tivesse sentado e feito uma entrevista e dito: 'Então eu estava em um relacionamento, e foi isso que aconteceu’" explicou o jovem, também à Rolling Stone EUA. "Para mim, a música é onde eu deixo isso passar. Estranhamente, é o único lugar em que parece certo deixar passar" Na mesma entrevista, o britânico descreveu o álbum e disse que "é tudo sobre transar e se sentir triste"

+++LEIA MAIS: Harry Styles incorpora um deus do rock e um cavalheiro no novo disco Fine Line [ANÁLISE]

Aqui estão quatro possíveis referências à Camille Rowe nas músicas de Fine Line:

"Watermelon Sugar"

Watermelon Sugar” é uma ode sensual a um amante. Um perfil do Genius (@tirelessmess) pontuou que, anteriormente, Camille revelou em uma entrevista à Elle que In Watermelon Sugar, de Richard Brautigan, é um dos livros favoritos dela.

Na entrevista de Styles à Rolling Stone EUA, o músico contou como tornou-se um leitor ativo: "Eu não costumava ler muito, mas estava namorando alguém que me deu alguns livros; Senti que tinha que lê-los, porque ela pensaria que eu era um bobo se não os lesse."

+++LEIA MAIS: Harry Styles come esperma de bacalhau e escorpião para não responder perguntas constrangedoras


"Cherry"

Em "Cherry",Styles refletiu sobre seguir em frente após um término. O músico comentou sobre o significado da música em uma entrevista à Zane Lowe, do Beats 1: "Queria ser fiel à separação. Queria que fosse verdade como estava me sentindo naquele momento. Tudo fazia parte de ser mais aberto e não um 'eu não me importo'. Você se sente mesquinho quando algo não acontece do jeito que você quer, e 'Cherry' é patético de certa forma."

+++ LEIA MAIS: Harry Styles não liga de não ser considerado másculo

No entanto, a música vai além de referências, porque uma gravação da voz de Camille encerra a faixa. De acordo com oVulture, a fala em francês diz: "Olá! Você está com sono? Oh, desculpe ... Bem, não ... Não, não é importante. Bem… fomos à praia e agora nós… Perfeito! Harry."

Styles falou à Rolling Stone EUA sobre a escolha de colocar a voz de Rowe no final. "Isso é apenas uma gravação de voz da minha ex-namorada falando. Eu estava tocando violão e ela recebeu um telefonema", explicou.


"Falling"

Em "Falling", o músico relembra um ex-amante. Dois perfis do Genius (@rihanti e @tirelessmess) apontaram uma possível conexão pessoal com o café citado na música, “Beachwood Cafe”.

Beachwood Cafe é um café em Los Angeles. Na maior parte do processo de escrita e criação de Fine Line Harry estava na cidade dos EUA. O músico foi flagrado no local em 20 de outubro de 2018.

+++ LEIA MAIS: 7 coisas que aprendemos com Harry Styles na capa da Rolling Stone EUA 

Camille, também é fã do local e revelou, em entrevista em setembro de 2018, que uma visita ao Beachwood Cafe seria incluída em um "dia ideal em Los Angeles": "Acordava com o sol e caminhava até o Beachwood Café para comer ovos e torradas, e depois amigos vinham à minha casa para nadar. Eu via o sol, fazia o jantar com meu namorado e assistia The Sopranos", contou na entrevista.


"Golden"

Não está claro quem inspirou "Golden", uma canção de amor agridoce centrada na mentalidade tola e arrogante de Styles: "Não sei muito sobre a vida de Van Morrison, mas sei como ele se sentiu com uma garota, porque a colocou em uma música. Então, gosto de trabalhar da mesma maneira", disse ele à Rolling Stone.

+++LEIA MAIS: Tudo sobre os shows de Harry Styles no Brasil: datas, preços, locais e mais


+++ FRANCISCO EL HOMBRE SOBRE RASGACABEZA: 'É UM DISCO INDIGESTO, TOCA EM PONTOS DOLORIDOS E ÍNTIMOS'