Heath Ledger recusou fazer piadas homofóbicas sobre Brokeback Mountain no Oscar 2007: 'É sobre amor'

Jake Gyllenhaal, parceiro de cena e par romântico de Ledger no filme, lembrou da decisão e determinação do amigo em não transformar a história em brincadeira

Redação Publicado em 07/04/2020, às 11h44

None
Heath Ledger e Jake Gyllenhaal em Brokeback Mountain(Foto: Reprodução)

Em uma nova entrevista ao site Another Man, o ator Jake Gyllenhaal relembrou de quando Heath Ledger, amigo e par romântico em Brokeback Mountain, se recusou a fazer um discurso com piadas homofóbicas sobre o filme na cerimônia do Oscar 2007.

"Queriam que a gente fizesse uma abertura para o Academy Awards naquele ano, e seria com piadas sobre isso. E o Heath recusou. Na época eu fiquei tipo, 'Ah, tá bom, que seja'", contou o astro.

+++LEIA MAIS: Diretor de fotografia de Coringa teve medo que Joaquin Phoenix fosse ‘longe demais’: ‘Por causa de Heath Ledger’

E continuou: "Eu sou sempre assim, levo tudo na boa. Mas Heath disse, 'Para mim, não é brincadeira, não quero fazer nenhuma piada sobre isso'."

Gyllenhaal falou também que essa seriedade era uma das coisas que ele mais amava no amigo. "Ele não ficava de brincadeira. Queriam fazer piada sobre a história, ou coisa assim, e ele disse, 'Não. É sobre amor. E pronto. Não.'"


+++ DISCOGRAFIA DO THE STROKES: OS ALTOS E BAIXOS DOS ARRUACEIROS DE NOVA YORK