Sob palmas, Hebe Camargo é sepultada no Morumbi, neste domingo, 30

Atriz, cantora e apresentadora morreu na madrugada de sábado, 29, após parada cardíaca

Redação Publicado em 30/09/2012, às 11h33 - Atualizado às 12h17

Hebe Camargo
Divulgação

Pétalas de flores, palmas, orações e gritos com seu nome: “Hebe! Hebe! Hebe!” A atriz, cantora e apresentadora Hebe Camargo foi sepultada em uma manhã ensolarada deste domingo, 30, no cemitério Gethsemani, localizado no bairro Morumbi, na zona sul de São Paulo. Uma cerimônia rápida, de pouco menos de 30 minutos, mas o suficiente para que o público e os familiares que enchiam o local pudessem dar um último adeus a Dama da TV Brasileira.

Centenas de pessoas estiveram presentes para se despedir da apresentadora, entre populares, amigos e familiares, como o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e sua esposa, os apresentadores Serginho Groisman e Luciana Gimenez. “Falaram para mim que perdemos a Hebe. Não, a gente ganhou a Hebe”, disse Luciana a TV Record. “Não perdemos nada, ela alegrou as nossas manhãs, nossas noites, nossas segundas-feiras. Hoje é um dia de comemorar a vida dela”, completou a apresentadora.

O corpo de Hebe foi transportado do Palácio dos Bandeirantes, também no Morumbi, para o cemitério com um cortejo digno de ícone da cultura brasileira, em um caminhão do corpo dos bombeiros. No trajeto de cerca de 3 Km, Hebe recebeu palmas e outras homenagens.

Depois de dois anos lutando contra um câncer, a apresentadora morreu aos 83 anos, vítima de uma parada cardíaca na madrugada de sábado, 29, dias após firmar um acordo que a levaria de volta ao SBT, emissora na qual ela viveu seus anos de maior sucesso. Na quinta-feira, 27, Hebe comemorou o contrato assinado por meio de sua conta no Twitter e se disse “feliz, feliz, feliz”.

Velório

O corpo de Hebe Camargo foi velado no Palácio dos Bandeirantes, na zona sul de São Paulo, sede do governo paulista, a partir das 18h30 deste sábado. Ali, ela recebeu homenagens pela carreira marcante no rádio e na televisão, como cantora, apresentadora e atriz.

Dona de riso fácil, gargalhada gostosa e uma candura ao dizer seu bordão, “que gracinha”, Hebe foi velada por amigos como Carlos Alberto de Nóbrega, Rodrigo Faro, Agnaldo Rayol, Fafá de Belém, Ana Paula Padrão, Wanderléa, Roberto Carlos, Padre Marcelo Rossi e o eterno patrão Silvio Santos.

Silvio, por sinal, fez questão de dar um último selinho na apresentadora, uma marca registrada de Hebe nas suas várias entrevistas.

Na cerimônia, Padre Marcelo fez questão de cantar músicas de Roberto Carlos, que tanto Hebe gostava, como “Jesus Cristo” e “Como é Grande o Meu Amor Por Você”.

Saiba mais sobre a morte de Hebe.