Heitor Dhalia vai dirigir thriller em Hollywood

April 23 se foca em espião soviético que precisa escolher entre ser leal ao país ou à família que, sob disfarce, montou nos EUA

Da redação Publicado em 12/11/2009, às 11h38

Depois de lançar a coprodução Brasil-EUA À Deriva, Heitor Dhalia assumirá a direção do thriller de espionagem April 23, produzido pela Lakeshore Entertainment. A companhia está por trás de gama eclética de filmes, como a comédia romântica A Verdade Nua e Crua, o drama Menina de Ouro e o terror Anjos da Noite 3.

Dhalia segue, assim, o passo de outros brasileiros à frente de projetos internacionais, como Fernando Meirelles (Ensaio Sobre a Cegueira, O Jardineiro Fiel), Walter Salles (Água Negra, Diários de Motocicleta) e José Padilha (os inéditos Sigma Protocol e The Willing Patriot).

April 23 toma como base Sadness at Leaving: An Espionage Romance (algo como "tristeza na partida: um romance de espionagem"), livro em que o turco Erje Ayden conta a história real de um assassino da KGB (equivalente soviético à CIA) mandado à Manhattan nos anos 60, auge da Guerra Fria. Uma vez em solo inimigo, ele tem a missão de ganhar traquejo como cidadão norte-americano até ser chamado para matar um desertor. Há uma reviravolta no caso: apegado aos Estados Unidos, onde casou e teve um filho com uma cidadã local, ele precisa optar entre família e lealdade à sua nação de origem.

Tom Rosenberg, um dos produtores do filme, deu sua opinião sobre o trabalho do brasileiro: "Heitor é um dos cineastas mais brilhantes da América do Sul e está à beira do reconhecimento mundial". O roteiro é assinado por outra produtora, Hanna Weg.

O nome de Dhalia ecoou no cenário internacional quando À Deriva foi escolhido para entrar na programação do Festival de Cannes deste ano. Antes disso, O Cheiro do Ralo (que, nos países de língua inglesa, ganhou o batismo Drained) tinha sido indicado ao prêmio do júri no Festival de Sundance de 2007.

O diretor, que estreou em longa-metragem há cinco anos, com Nina, também trabalha em outra produção internacional: Una Mujer, Un Arma, sobre uma garota brasileira que, ao fugir de seu passado, vai parar na Patagônia.