Faturamento com direitos autorais faz herança de Lou Reed triplicar desde a morte do músico, segundo jornal

Ícone do rock deixou para os familiares um total US$ 30 milhões

Redação Publicado em 01/07/2014, às 14h05 - Atualizado às 20h53

Lou Reed e Laurie Anderson
Reprodução / Facebook

Os valores da herança de Lou Reed foram divulgados nesta terça-feira, 1º, pelo empresário do cantor, Robert Gotterer, em um tribunal de Manhattan, em Nova York. As informações são do jornal The New York Post.

Lou Reed: 20 músicas essenciais da lenda do rock.

Dois terços da quantia revelada, US$ 30 milhões (ou R$ 65 milhões), foram acumulados nos últimos meses, após a morte do músico, em outubro de 2013, em decorrência de complicações no fígado. Gotterer revelou que o valor foi triplicado graças aos direitos autorais acumulados - desde a notícia de que o antigo líder do Velvet Underground havia morrido, aos 71 anos - com vendas de músicas e livros da obra dele.

Veja imagens de momentos da vida de Lou Reed.

Alguns detalhes interessantes sobre o testamento também foram divulgados. A artista plástica Laurie Anderson, esposa de Reed, ficou com a maior parte do montante: R$ 15 milhões, dois apartamentos, além de roupas, obras de arte, carros e barcos. Com as novas adições provenientes dos direitos autorais, a viúva terá direito a mais R$ 33 milhões.

Relembre parcerias inusitadas da música, como a de Lou Reed com o Metallica.

Reed deixou R$ 1,1 milhão para as despesas da mãe e R$ 11 milhões para a única irmã, Margaret Reed Weiner. O empresário, que trabalhava com o cantor desde a década de 1970, recebeu cerca de US$ 500 mil em honorários.