Pulse

Heróis zumbis, assassinos e monstros: 7 HQs para ler depois do Halloween [LISTA]

Existem diversas histórias lindas e assustadoras de terror no mundo dos quadrinhos, perfeitas para serem lidas no final de semana de Halloween

Vinicius Santos Publicado em 02/11/2019, às 12h00

None
Batman: O Longo Dia das Bruxas, Marvel Zombies e Do Inferno (Montagem: Reprodução DC Comics/ Marvel Comics/ Top Shelf Productions)

Algo ideal para se fazer no Halloween é consumir histórias de terror - e o mundo dos quadrinhos está repleto delas.

Uma das primeiras e mais celebradas publicações de terror foi a Contos da Cripta, publicada de 1950 a 1955. Os Contos da Cripta não tinham grande conexão entre si e era uma série de antologias que procurava chocar o leitor juntamente com uma lição de moral. O sucesso desta publicação influenciou todo o gênero, movimentou gerações de histórias arrepiantes e a permissão das editoras para trabalhar com os super-heróis em sátiras de terror.

+++LEIA MAIS: No Halloween, mulher grávida de 7 meses faz cosplay de "Thor Barrigudo" e conquista a Internet; veja

Atualmente, todo grande personagem da Marvel ou DC tem uma história de terror, e várias originais do gênero ganharam outras mídias, como cinema e TV. As recomendações abaixo são um convite, nessa época tão propícia do ano, para conhecer um lado mais sombrio das HQs.


Marvel Zombies


Reprodução: Marvel Comics

Essa minissérie publicada de dezembro de 2005 a abril de 2006 foi escrita por Robert Kirkman, a mente por trás de The Walking Dead, e (não por coincidência) também trata-se de um apocalipse zumbi, mas em universo alternativo no qual o vírus dos mortos-vivos infecta todos os heróis.

Se os zumbis são um problema, imagina ao manter a inteligência e os poderes da elite da Marvel? Além de muito divertida, esta minissérie tem desenvolvimentos de personagem muito interessantes, ao explorar o conflito entre a vontade dos heróis de fazer o bem e proteger as pessoas com a fome incontrolável por carne humana.


Do Inferno


Reprodução: Top Shelf Productions

Essa é uma boa pedida para quem curte história de terror, mas não conhece muito do universo dos quadrinhos. Publicada de 1989 a 1992, Do Inferno é uma reconstituição da história do assassino conhecido como Jack, o Estripador, que aterrorizou as ruas da Londres vitoriana no final do século 19.

+++LEIA MAIS: Médico faz parto no Halloween fantasiado do Coringa de Heath Ledger; veja fotos

Escrita pela lenda dos quadrinhos Alan Moore (autor de V de Vingança, Watchmen e Batman: A Piada Mortal), e com uma pesquisa meticulosa em dados históricos e especulativos, Do Inferno contém ilustrações em preto e branco arrepiantes e um enredo que provoca reflexão e fornece uma janela aos crimes brutais do Estripador.


Sandman 


Reprodução: DC Comics

Sim, se você conhece Sandman, sabe que trata-se de um quadrinho de fantasia do selo Vertigo, da DC comics, mas pode acreditar: ele tem cenas de terror capazes de causar pesadelos. Nesta história criada por Neil Gaiman,Sandman é o próprio Sonho, uma entidade imortal responsável por governar o mundo dos sonhos de todas as criaturas do universo.

Mais especificamente na edição 6 da revista, Gaiman reinventa o vilão Doutor Destino (da DC) e o coloca com um dos artefatos de Sandman, um cristal capaz de criar ilusões, dentro de uma típica lanchonete americana para aterrorizar e torturar os clientes que deram o azar de estar lá. O horror desta história é apenas uma das facetas de Sandman, além de ser um prato cheio de mitologia, de personagens históricos e bem-desenvolvidos e muita criatividade.


A Tumba do Drácula


Reprodução: Marvel Comics

De volta aos quadrinhos da Marvel, de 1972 a 1979, o escritor Marv Wolfman criou uma nova interpretação do conde vampiro da Transilvânia. A Tumba do Drácula foi a primeira série de terror da editora a tornar-se relevante e conta com elementos da estética gótica em todas as páginas.

+++LEIA MAIS: Corey Taylor, do Slipknot, cria playlist temática para o Halloween; veja

Além da mitologia fascinante tirada dos livros e reproduzida com maestria nas ilustrações, esta versão do Drácula existe na continuidade do universo Marvel, assim, referências aos heróis e até a aparição de alguns fazem parte da história.


Preacher


Reprodução: DC Comics

Esse quadrinho de Garth Ennis, o mesmo autor de The Boys, é uma mistura de todos os elementos de uma história sobrenatural, com anjos, demônios, vampiros e monstros, além de muito humor negro e personagens malvados e com valores morais distorcidos de maneira que nenhum outro quadrinho conseguiu fazer.

Preacher é a história do ex-pastor Jesse Custer, possuído por uma entidade que o torna capaz de fazer com que qualquer um obedeça as ordens dele. Os anjos então buscam recuperar esse poder, e passam a caçar o protagonista, numa aventura infernal, no qual, assusta e consegue ser engraçada na mesma página.


Batman: O Longo Dia das Bruxas


Reprodução: DC Comics

Para quem gosta do Batman, romances policiais envolvendo serial killers e máfia, esta minissérie escrita por JephLoeb e ilustrada por Tim Sale tem tudo junto. Logo após iniciar a carreira de vigilante, o Batman investiga um assassino que mata membros importantes da máfia de Gotham em datas festivas, e por isso, é chamado de Holiday (Feriado).

+++LEIA MAIS: O Estranho Mundo de Jack é um filme de Halloween ou de Natal? Compositor responde

No melhor estilo O Silêncio dos Inocentes (1991), o Homem-Morcego vai se consultar com o Homem Calendário, outro vilão do universo DC que comete crimes em feriados, para entender a mente do inimigo. A minissérie também é considerada a história de origem definitiva do Duas-Caras.


Hellblazer


Reprodução: DC Comics

Essa HQ não é novidade para quem já assistiu o “clássico” Constantine (2005) de Keanu Reeves. Outro personagem criado por Alan Moore, John Constantine é um especialista em ocultismo que já teve edições de aventuras escritas por grandes nomes como Grant Morrison e o já citado Neil Gaiman.

Com maldições, um protagonista que flerta com a insanidade e certas doses de humor irônico, Hellblazer é 100% rock and roll e até o próprio John Constantine tem uma banda e se parece fisicamente com o Sting. A melhor recomendação para quem gosta de Halloween e de rock.