A história por trás de ‘God Only Knows’, dos Beach Boys: ‘A melhor música já criada’, segundo Paul McCartney

Para o ex-beatle, a faixa que integra o disco Pet Sounds serviu como inspiração para o clássico "Here, There, and Everywhere"

Redação Publicado em 26/02/2020, às 11h24

None
Em foto de 1964, Brian Wilson (ao piano) mostra uma nova composição para a banda. Junto a ele estão (da esq. para a dir.) Al Jardine, Mike Love, Dennis Wilson e Carl Wilson (Foto: Divulgação)

Nos primeiros dias dos Beach Boys, o mundo pelas lentes de Brian Wilson inevitavelmente incluíam carros, surfs e garotas da Califórnia. Esses temas unidos ao ritmo único que a banda criou foram as peças perfeitas do pop americano que todos conhecemos. Mas apenas em Pet Sounds, de 1966, que vimos a verdadeira obra-prima de Wilson: "God Only Knows". 

Para Paul McCartney, o beatle melancólico, essa faixa é "a melhor música já escrita". Frequentemente já foi citada, inclusive, como a inspiração para "Here, There, and Everywhere". 

+++ LEIA MAIS: Abbey Road ou Let It Be? Qual foi o último disco dos Beatles?

Quando uma música ganha um título como esse e é culturalmente grande, espera-se de que ela tenha sido trabalhada meticulosamente durante horas, quando, na verdade, pode ter acontecido de forma muito rápida. Segundo uma entrevista de Wilson para o The Guardian, "God Only Knows" foi escrita em apenas 45 minutos ao lado de Tony Asher

"A execução para gravar a música demorou muito mais tempo", explicou. 

+++ LEIA MAIS: Como seriam as músicas de heavy metal sem distorção na guitarra? Spoiler: bem sem graça; assista

Nas anotações presentes na versão reeditada do disco, Tony Asher conta que, inicialmente, a banda e gravadora ficou preocupada com a faixa. Segundo ele, a "God Only Knows" foi lançada como um lado B para "Wouldn't It Be Nice", visto que na época, por medo de haver falhas na comunicação com o público e ter Deus no título poderia abalar a América dos anos 1960. 

Em 2011, Wilson explicou a situação à Goldmine: "Tentei escrever com Asher algo muito espiritual, e quando ele veio com o título da faixa, fiquei com medo que eles proibissem de tocar nas rádios, mas não fizeram isso". 

Embora seja possível pensar que a faixa é um depoimento sobre amor romântico, mas não é exatamente o que você espera. A música é um ciclo espiritual que reflete sobre o verdadeiro significado do amor e o sentido da vida. 

+++ LEIA MAIS: O sucesso dos Beach Boys se deve a Dick Dale, diz Bruce Johnston

"Atualmente, nossas influências são de natureza religiosa. Não é uma religião específica, mas uma ideia baseada na da Consciência Universal. O conceito de espalhar boa vontade, bons pensamentos e felicidade não é novidade. É uma ideia que professores e filósofos religiosos têm transmitido por séculos e também é a nossa esperança", explicou Carl Wilson após o lançamento da música. 

"Elementos religiosos percorrem o núcleo de Pet Sounds e 'God Only Knows', mas, em vez de explorar os altos e baixos de religiões específicas, a banda expande a humanidade da sociedade e a espiritualidade interior que todos possuímos", acrescenta. 

+++ LEIA MAIS: Brian Wilson pede boicote aos Beach Boys por show em evento de caça com Donald Trump Jr.

Nos trechos abaixo, disponibilizados pelo Behind The Sounds, é possível assistir aos bastidores das sessões de gravação e entender o processo de uma das melhores músicas já escritas. 

 

Após o lançamento, a faixa ganhou versões por vários outros artistas e cada vez mais as novas gerações encontravam a beleza intrínseca da composição de Brian Wilson. Embora ele, certamente, compartilharia o crédito da faixa com Asher e o irmão, Carl. Décadas depois, a música é considerada um farol da genialidade de Brian

Ouça a música abaixo:


+++ TITÃS CELEBRA ACÚSTICO, MAS SE MANTÉM ELÉTRICO - E É ATRAÇÃO DA MUSIC & RUN