Preso homem acusado de encomendar atentado a Tupac Shakur em 1994

Empresário musical James Rosemond foi detido por tráfico de drogas na terça-feira, 21

Por Matthew Perpetua Publicado em 22/06/2011, às 18h56

Tupac Shakur foi morto em 1994, por consequência de represálias ao ataque que pode ter sido mandado por James Rosemond
AP

James Rosemond, empresário da indústria musical acusado de encomendar um atentado contra o rapper Tupac Shakur em 1994, foi preso na terça-feira, 21, em um hotel de Manhattan. Acusado de tráfico de cocaína entre Los Angeles e Nova York, Rosemond (que comanda a Czar Entertainment e empresaria nomes como Sean Kingston e The Game) tem sido investigado por autoridades federais 2009. Ele se apresentou a uma corte no Brooklyn, mas ainda não apelou da decisão.

Advogados de Rosemond negaram as afirmações de Dexter Isaac, que cometeu o atentado, de que o empresário teria pago a ele US$ 2,5 mil para atacar Shakur nos estúdios Quad, em Manhattan, em 1994. Apesar de o rapper ter sobrevivido ao tiroteio, o incidente desencadeou uma reação violenta de represálias que levaram à morte de Shakur e de Notorious B.I.G., que foi, inicialmente, culpado pela tentativa de assassinato. Rosemond dificilmente será acusado de envolvimento no ataque, devido aos anos que se passaram desde o atentado.