Homem-Aranha namorou a filha do assassino do tio Ben nas HQs

A Clone Saga narra o conturbado relacionamento de Ben Reilly e Jessica Carradine

Redação Publicado em 20/01/2020, às 19h54

None
Homem Aranha Clone Saga (Foto: Reprodução)

O Homem-Aranha viveu alguns relacionamentos problemáticos nas histórias em quadrinhos. No entanto, talvez o mais estranho e complicado foi quando o herói namorou a filha do ladrão que matou o tio Ben Parker.

A história aconteceu na Clone Saga quando clone de Peter Parker, Ben Reilly, assumiu o cargo de Homem-Aranha. Ben tecnicamente não era o Peter original, mas os dois passaram a se ver como irmãos e consideravam Ben Parker como tio em comum.  

+++LEIA MAIS: Homem-Aranha Miles Morales se sacrifica e morre nas HQs - veja como foi

O ladrão - que matou o tio Ben - reapareceu na vida de Peter anos depois em The Amazing Spider-Man # 200. Depois de ser libertado da prisão, o ladrão (cujo nome ainda era desconhecido) se uniu ao vilão do Homem-Aranha, Mysterio, que estava fazendo uma farsa no asilo onde a tia May estava hospedada.  

Os dois fingiram a morte de May para ganhar a propriedade da casa, que o ladrão revelou ter tentado assaltar anos atrás, depois de descobrir um tesouro enterrado lá. Quando o herói investigou, Mysterio o drogou com um produto químico que removeu temporariamente os poderes dele.

O ladrão perguntou a Peter por que Ben Parker significava tanto para o Homem-Aranha, e o herói revelou sua identidade. Convencido de que Peter o mataria, o ladrão sofreu um ataque cardíaco fatal, terminando a história.

+++LEIA MAIS: 7 maiores atrocidades do Homem de Ferro contra os Vingadores: de Surra no Homem-Aranha a clone do Thor [LISTA]

Anos mais tarde, quando o clone de Peter, Ben Reilly, assumiu o manto do Homem-Aranha, conheceu uma mulher atraente chamada Jessica Carradine na cafeteria em que trabalhava.  

Jessica e Ben compartilharam uma química instantânea, em parte graças ao interesse dela em se tornar fotojornalista. No entanto, a personagem também era estranhamente obcecada pelo Homem-Aranha e sempre vestia preto - como se estivesse de luto.  

Ben perguntou a Jessica sobre a família e ela respondeu que o pai era "o melhor cara que você jamais poderia conhecer", porque ele morreu enquanto ela estava na adolescência, levando-a a ser criada em lares adotivos.

+++LEIA MAIS: Kevin Feige revela porque Homem-Aranha quase não participou de Guerra Civil

O casal começou a namorar, mas quando Ben descobriu o interesse de Jessica no herói, ele conseguiu encontrar uma foto embaçada da namorada ao lado do pai. Mais tarde, Peter  aprimorou a foto e descobriu que o pai de Jessica era o ladrão responsável pela morte do tio Ben.  

Abalado, Reilly descobriu que a namorada acreditava na inocência do pai e que Ben Parker havia o ameaçado com uma arma e acidentalmente se matou. A menina acreditava que o Homem-Aranha havia assassinado o pai dela. 

Ben não era a versão do herói que tinha visto o pai de Jessica morrer e tentou convencê-la de que era inocente. As coisas ficaram mais complicadas, no entanto, quando a menina conseguiu tirar uma foto do desmascaramento doHomem-Aranha e descobriu que era Reilly.  

+++LEIA MAIS: Qual superpoder estranho do Homem-Aranha foi esquecido ao longo dos anos?

Isso colocou Jessica em um estado conflituoso - ela estava apaixonada por ele, mas queria destruir o herói. Inclusive, ele quase conseguiu convencê-la da inocência, mas quando pediu para ela destruir as fotos, ela estava com raiva e decidiu que a foto lhe dava o poder de expor a identidade dele e quer enviar para o Daily Bugle.

Momentos depois, Jessica viu Ben quase morrer salvando algumas crianças de um prédio em chamas. Percebendo que o Homem-Aranha era um herói, ela devolveu as fotos a ele, dizendo que não deixaria o ódio delar estragar a vida dele.  

Ben nunca mais viu Jessica, mas em uma cena final, o leitor acompanhou a garota - agora vestida de branco - colocando algumas flores no túmulo de Ben Parker para pedir desculpas pelo pai e pela raiva dela.


 +++ MELHORES DISCOS BRASILEIROS DE 2019 (PARTE 1), SEGUNDO A ROLLING STONE BRASIL