Pulse

Homem-Aranha: Sony culpa agenda de Kevin Feige por possível fim do acordo com a Marvel; entenda

O estúdio ainda não se pronunciou sobre a saída do herói do Universo Cinematográfico da Marvel

Redação Publicado em 21/08/2019, às 08h06

None
Homem-Aranha: Longe de Casa (Foto: Divulgação)

Após as revelações de que o Homem-Aranha não faria mais parte do MCU (sigla em inglês para Universo Cinematográfico da Marvel), a Sony Pictures fez um primeiro comunicado oficial sobre a saída de Kevin Feige da produção dos filmes do Homem-Aranha.

As publicações do estúdio culpam a agenda de Feige como motivo da saída e não mencionam o fim do acordo financeiro entre Sony e Disney, nem a saída de Peter Parker do MCU.

Leia abaixo a tradução dos tuítes da Sony Pictures sobre o assunto:

“Muitas das notícias de hoje sobre o Homem-Aranha distorceram as discussões recentes sobre o envolvimento de Kevin Feige na franquia. Estamos decepcionados, mas respeitamos a decisão da Disney de não escalá-lo como principal produtor no nosso próximo filme. [Parte 1/3]”

“Esperamos que isso mude no futuro, mas entendemos que as muitas responsabilidades que a Disney a ele - incluindo as novas propriedades da Marvel - não lhe dão tempo para trabalhar em propriedades que não são deles. [Parte 2/3]”

Kevin [Feige] é incrível e somos gratos por sua ajuda e orientação e prezamos o caminho que continuaremos a seguir.”

Antes do fim do acordo entre as duas empresas, a Sony teria contrato para mais dois filmes do Aranha com Tom Holland. Porém, apesar dos comunicados oficiais, não se sabe como vai acontecer a saída desse Homem-Aranha do MCU ou se existe a possibilidade de acordos individuais serem fechados para novas participações do herói nos longas do Marvel Studios, como um novo Vingadores, por exemplo.

O que a saída de Feige pode significar é que a Sony teria a liberdade de misturar a versão de Holland do com outras propriedades do universo do aracnídeo sob comando do estúdio, como Venom, que teve um filme com Tom Hardy, e Morbius, que será vivido nos cinemas por Jared Leto.

Não é possível ainda entender completamente as consequências dessa decisão da Sony, e provavelmente este não deve ser o fim das negociações com a DisneyMarvel.

+++ De Djonga a Metallica: Scalene escolhe os melhores de todos os tempos