Homem que diz ser a reencarnação de Jesus e tem culto na Sibéria é preso em mega operação

Sergei Torop trabalhou na polícia de trânsito antes de começar o culto e se denominar como novo Cristo

Redação Publicado em 23/09/2020, às 10h57

None
Sergei Torop (Foto: Sputnik via AP)

Recentemente, autoridades russas fizeram uma mega operação especial para prender um homem que diz ser a reencarnação de Jesus e tem culto situado na Sibéria há cerca de 30 anos. A informação é do The Guardian.

Helicópteros e policiais armados invadiram comunidades administradas por Sergei Torop, conhecido pelos seguidores como Vissarion, e o prenderam junto com outros dois auxiliares dele. O comitê de investigação da Rússia afirmou que iria acusá-lo de organizar uma organização religiosa ilegal, com a alegação de que a seita extorquia seguidores e ainda os sujeitava a abusos emocionais.

+++LEIA MAIS: Johnny Depp 'torturou' DiCaprio em set de filme de 1993 porque não gostava muito do colega adolescente

Atualmente, Torop tem 59 anos, e, quando detido, foi conduzido por soldados mascarados até um helicóptero. Segundo o site, a operação ainda envolveu agentes do serviço de segurança FSB da Rússia, bem como polícia e outras entidades. Vadim Redkin, ex-baterista de uma boyband da era soviética e conhecido como o braço direito de Vissarion, também foi preso, junto com Vladimir Vedernikov, outro assessor.

Antes de virar líder de grupo, Sergei Torop perdeu o emprego como oficial de trânsito em 1989. Ele afirmou ter experimentado um "despertar" quando o regime soviético começou a colapsar. Em 1991, ele fundou um movimento agora conhecido como Church of the Last Testament ("Igreja do Último Testamento", na tradução livre).

+++LEIA MAIS: Ídolo em Cobra Kai, William Zabka era perseguido por ser o vilão de Karatê Kid: ‘Se quiser ser um babaca, vamos resolver lá’

No culto, diversos seguidores vivem em uma série de aldeias remotas na região de Krasnoyarsk, Sibéria. Os convertidos ao culto são profissionais de toda a Rússia e também peregrinos de outros países.

"Eu não sou Deus. E é um erro ver Jesus como Deus. Mas eu sou a palavra viva de Deus pai. Tudo o que Deus quer dizer, ele diz por mim", afirmou Torop em entrevista ao The Guardian em 2002.

O site ainda reportou que a mídia russa noticiou sobre a ideologia original do culto, época na qual Vissarion afirmava que Jesus estava cuidando das pessoas de uma órbita próxima à Terra, e a Virgem Maria “comandava a Rússia”, mas depois ele passou a se declarar como Jesus.

+++LEIA MAIS: Daniel Radcliffe pode voltar como Harry Potter se J. K. Rowling não estiver envolvida, garante site

A seita mistura uma seleção de ritos extraídos do Cristianismo Ortodoxo com decretos ambientais e outras regras. O veganismo é imposto e a troca monetária é proibida dentro das comunidades. Os seguidores dele usam roupas simples feitas a partir de 1961, ano do nascimento de Vissarion, enquanto o Natal foi substituído por um dia de festa em 14 de janeiro, aniversário do líder.


+++ MANU GAVASSI: 'SE A MÚSICA SÓ FOR UMA FÓRMULA, É VAZIA E NÃO EMOCIONA' | ENTREVISTA ROLLING STONE