Homem que invadiu a casa de Eminem disse que queria matar o rapper

Em abril, o Matthew Hughes conseguiu entrar na casa do rapper durante a madrugada

Redação Publicado em 10/09/2020, às 18h22

None
Imagens da câmera de segurança mostram Matthew Hughes na entrada da casa de Eminem (Foto: Reprodução/Youtube)

Na madrugada de 30 abril de 2020, Matthew Hughes invadiu a casa de Eminem em Detroit, e foi detido pelos seguranças do rapper após ter ativado o alarme - mas as consequências poderiam ter sido trágicas. Segundo depoimentos no tribunal, o homem disse que estava lá para matar o músico. As informações são do Consequence of Sound.

+++LEIA MAIS: 7 celebridades atacadas pelo Eminem nos discos: de Will Smith a Mariah Carey [LISTA]

Na última quarta, 9 de setembro, Hughes apareceu no tribunal de Michigan enfrentando acusações de invasão de casa em primeiro grau e destruição maliciosa. Durante os depoimentos, o policial Adam Hackstock e o detetive Dan Quinn testemunharam que o homem disse a Eminem que invadiu a casa com o propósito de matá-lo. 

Em 2019, Hughes foi preso e acusado após ser pego invadindo duas propriedades que ele acreditava pertencerem a Eminem, mas que, de fato, não eram do músico. Ele ficou 90 dias na prisão e pagou multas no total de US$ 1.400. Atualmente, ele está detido por uma fiança de U$ 50.000 e deve ser julgado ainda em setembro.

Um vídeo publicado pelo TMZ mostra as filmagens de segurança da casa de Eminem, que contam com Hughes vasculhando a entrada da casa. Caso ele seja condenado, pode pegar até cinco anos de prisão.


+++ BK' lança novo disco e fala sobre conexão com o movimento Vidas Negras Importam: 'A gente sabia que ia explodir'