Rolling Stone
Busca
Facebook Rolling StoneTwitter Rolling StoneInstagram Rolling StoneSpotify Rolling StoneYoutube Rolling StoneTiktok Rolling Stone

Homem que tentou assassinar Madonna foge da prisão

Robert Dewey Hoskins escapou de prisão psiquiátrica na Califórnia

Rolling Stone EUA Publicado em 10/02/2012, às 13h07 - Atualizado às 15h24

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Robert Dewey Hoskins - AP
Robert Dewey Hoskins - AP

Um homem, acusado de perseguir Madonna nos anos 90, escapou de uma prisão psiquiátrica na Califórnia. De acordo com a polícia de Los Angeles, Robert Dewey Hoskins fugiu do local sem ser notado e permanece desaparecido. A polícia o descreveu como altamente psicótico e violento quando não tomava sua medicação.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

Hoskins, de 54 anos, foi sentenciado a 10 anos de prisão em 1996, após escalar uma parede da casa da Rainha do Pop em Hollywood e tentar cortar sua garganta. Hoskins contou ao guarda-costas da cantora que ela deveria ser sua esposa e que, se ele não podia tê-la, iria matá-la. Após ser solto da prisão, foi preso novamente em julho do ano passado e mandado para outra prisão psiquiátrica em Norwalk, Califórnia.

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!