Homenagem a George Floyd é interrompida por tiroteio ao vivo na TV

Repórter da ABC News estava ao vivo no George Floyd Memorial Square quando foi interrompido por diversos tiros

Redação Publicado em 27/05/2021, às 16h24

None
Repórter Alex Presha em memorial de George Floyd (Foto: Reprodução/YouTube)

Na terça, 25 de maio, completou um ano da morte de George Floyd, assassinado por um policial branco na cidade de Minneapolis, nos Estados Unidos. O dia contou com inúmeras homenagens, mas também foi marcado por um tiroteio no George Floyd Memorial Square. As informações são da Revista Monet.

No momento, o repórter Alex Presha, da ABC News, estava ao vivo no local do assassinato de Floyd. O profissional falava sobre a homenagem do prefeito da cidade a Floyd quando foi surpreendido por cerca de 20 tiros.

+++LEIA MAIS: Um ano da morte de George Floyd: como os protestos após o assassinato impactaram a cultura?

Enquanto a televisão transmitia imagens sobre as homenagens a Floyd, o repórter parou de falar ao escutar os tiros. Em seguida, é possível ouvir Presha alertando a equipe para ficar de joelhos e fugir.

Philip Crowther, outro repórter norte-americano que cobria as homenagens a George Floyd no mesmo local, também se surpreendeu pelo tiroteio. O vídeo do profissional se ajoelhando para fugir dos tiros viralizou nas redes sociais.

+++ LEIA MAIS: George Floyd, antes de ser brutalmente assassinado, era Big Floyd e deixou legado lendário no rap de Houston

Segundo o site TMZ, a polícia confirmou que tiros foram disparados por volta das 10h da manhã. Testemunhas falaram sobre um suspeito ter fugido do local em um veículo, o que pode ser visto em vídeo que circula nas redes sociais.


+++ MV BILL | MELHORES DE TODOS OS TEMPOS EM 1 MINUTO | ROLLING STONE BRASIL