Hunter Moore, o “homem mais odiado da internet”, é preso nos Estados Unidos

Ele e Charles Evens são acusados de roubo de imagens íntimas para publicação em site de "revenge porn"

Redação Publicado em 24/01/2014, às 12h42 - Atualizado às 12h44

Hunter Moore
PETER YANG

Os dias de liberdade de Hunter Moore, 27, conhecido como o “homem mais odiado da internet”, podem ter chegado ao fim. A FBI prendeu nesta quinta, 23, não apenas ele, mas também um suposto cúmplice, Charles Evens, de 25 anos.

Entrevista: Hunter Moore quer se tornar um novo rei da mídia, mas do modo antigo – por meio de drogas, mulheres e pornografia. Se ele tiver de rastejar na sarjeta a noite inteira, esse é só o preço do negócio.

Os dois são acusados de conspiração e acesso não-autorizado a computadores pessoais para roubo de conteúdo para um site de “revenge porn”. Hunter Moore ficou conhecido nos Estados Unidos com o site IsAnyoneUp.com, que publicava imagens íntimas de garotas sem a devida autorização.

A investigação já se arrasta há meses. Moore teria pago a Evens para que invadisse contas de e-mail e roubasse fotos pessoais. Os dois agora terão que enfrentar acusações na justiça norte-americana, e, se condenados culpados, podem ficar por décadas na prisão.