The Elvis Experience presenteia fãs brasileiros com um pedacinho de Graceland

Com mais de 600 objetos, exposição reconta a história de Elvis, passando por civil, militar e maior astro do rock

Stella Rodrigues Publicado em 05/09/2012, às 12h39 - Atualizado às 13h46

Priscilla Presley assinando sua placa a la Calçada da Fama

Ver Galeria
(11 imagens)

Dizem que dá para saber muito a respeito de uma pessoa olhando para o lixo que ela produz. Que dirá quando se olha para os objetos que em vez de descartar, ela guardou com carinho, possivelmente sem imaginar que cada uma deles seria apreciado e visto como relíquia para sempre. Quando Priscilla Presley, ex-mulher de Elvis, abriu as portas da mansão Graceland ao público, deu a ele a chance de entrar profundamente na intimidade do Rei do Rock. Agora que Graceland, ou parte dela, foi trazida ao Brasil, temos a chance de fazer o mesmo – ou pelo menos algo próximo, já que a experiência de visitar o lar de um ídolo é incomparável.

The Elvis Experience, que abre em São Paulo nesta quarta, 5, faz mais do que exibir aleatoriamente um monte de coisa que Elvis usou e tocou. Pricilla Presley esteve presente para abrir oficialmente a mostra na noite da última terça, 4, em um coquetel para convidados. Para ela, expor partes pessoais da vida de Elvis para o público é uma forma de mantê-lo vivo, com a possibilidade de preços "acessíveis" (os ingressos custam a partir de R$ 40), fator decisivo para ela tomar a decisão de montar a exposição no Brasil: “Elvis era um artista popular”, justifica. Priscilla ainda participou de uma cerimônia de imprimir as palmas das mãos em cimento para a exposição (veja na galeria de fotos acima).

A exposição começa exibindo um vídeo, uma montagem de imagens que nos mostra o já charmoso jovem Elvis. Em seguida, um labirinto cronológico remonta a infância e juventude do garoto (primeiro em Tupelo, depois em Memphis) que começou a carreira cantando na igreja, como tantos outros. Segue para a primeira porção da carreira; a entrada para o exército, onde se destacou admiravelmente, chegando ao cargo de sargento, e a morte da mãe. Na sala dedicada ao período no exército, um dos destaques é uma carta simpática e atenciosa que ele enviou a uma fã saudosa, dizendo a ela que não estava com tempo para responder toda a correspondência, mas que agradecia o carinho. Segundo Priscila Presley contou (leia aqui), os itens relacionados ao exército são os favoritos dela na exposição, pois remontam à época quando eles se conheceram. De fato, é uma das porções mais curiosas, pois mostra um astro em ascensão interrompendo a carreira e se tornando apenas mais um soldado, para depois retomar e virar um ícone absoluto da música e do cinema. Não é exatamente o tipo de trajetória de ídolo que estamos acostumados a observar.

Em seguida, vem a fama – e com ela o polêmico Coronel Parker, visionário em termos de empreendedorismo, mas muitas vezes responsabilizado por ter fragilizado Elvis e, consequentemente, influenciado na morte prematura dele.

Uma cenografia muito caprichada reproduz o estúdio de gravação da Sun Records. Mais a frente, chegamos à parte mais chamativa, um prato cheio para os olhos. São os itens adquiridos pós-fama/dinheiro e suas grandes paixões: carros velozes, joias, artefatos religiosos, uma moto, telefone folheado a ouro – usado por ele pouco antes de morrer –, seu telefone móvel, que foi o primeiro dos Estados Unidos, a televisão contra a qual ele atirou, ainda com o buraco da bala (a história conta que o ator Robert Goulet, que ele odiava, apareceu na telinha, e esse foi o motivo do disparo) etc. Os cômodos seguintes trazem muitos figurinos vistosos e clássicos, entre eles o macacão American Eagle usado no especial de 1973 Aloha from Hawaii, o primeiro show transmitido via satélite da história. A mostra se encerra com uma sala quase toda interativa, onde se pode ver fotos e cenas da infância e da carreira de Elvis.

The Elvis Experience

Entre 5 de setembro e 5 de novembro, de segunda a segunda, das 10h às 22h

Shopping Eldorado - Avenida Rebouças, 3.970 – Pinheiros

Vendas online: www.ingressorapido.com.br

Informações: 4003-1212

Preços da primeira semana (há meia entrada): R$ 100 (horário livre) ou R$ 200 (premium express)

Preços da segunda semana (há meia entrada): R$ 40 (segunda a sexta, entre 10h e 18h), R$ 60 (segunda a sexta, entre 18h e 22h e sábados e domingo, das 10h às 22h) ou R$ 200 (premium express)