Graham Coxon afirma que novo disco do Blur serviu de reconciliação entre ele e Damon Albarn

Guitarrista ainda revelou que “My Terracotta Heart”, de The Magic Whip, fala sobre a relação entre os dois integrantes da banda

Redação Publicado em 26/03/2015, às 10h49 - Atualizado às 13h09

Graham Coxon e Damon Albarn, 1997

Ver Galeria
(4 imagens)

Pouco antes do lançamento oficial de The Magic Whip, Graham Coxon, guitarrista do Blur, explicou que o álbum é fruto da reconciliação entre ele e Damon Albarn, vocalista do grupo. Apesar de cultivarem uma amizade de longa data, a dupla tem uma relação profissional conflituosa, que resultou na saída de Coxon da banda durante a produção de Think Tank, registro de 2003.

Galeria: bandas que foram, mas voltaram.

Em entrevista ao site NME, o guitarrista afirmou: “Damon e eu nos respeitamos mais por causa de The Magic Whip e deixamos bem clara essa mudança de comportamento. Nós já passamos por muitas coisas juntos. Esse álbum foi uma maneira de dizer ‘Me desculpe por ter sido uma pedra no sapato pelos últimos 20 anos’”.

Além disso, o músico explicou que a faixa “My Terracotta Heart” é sobre a relação entre ele e Albarn. “Quando fizemos a música não sabíamos que a letra retrataria a minha relação com ele, mas é exatamente isso. É sobre a nossa longa amizade e os problemas pelos quais passamos”.

Na quarta-feira, 25, foi transmitido pelo YouTube um show realizado pelo Blur em Londres na última sexta, 20, na qual o grupo tocou na íntegra The Magic Whip.

Sobre The Magic Whip

O novo disco do Blur, The Magic Whip, é o primeiro da banda em 12 anos e chega às lojas em 28 de abril. O trabalho anterior do grupo, Think Tank, foi lançado em 2003. Este ainda será o primeiro CD do grupo com o guitarrista Graham Coxon desde 13, de 1999.

Everyday Robots: Líder do Blur e mentor do Gorillaz lança álbum solo revelador e intenso.

As gravações aconteceram nos estúdios Avon, em Hong Kong, ao longo de cinco dias, logo depois da turnê Spring 2013 ter sido cancelada. “Não tínhamos muito (equipamento). Foi como nos tempos em que começamos a gravar nossas primeiras coisas”, disse Damon Albarn no anúncio do álbum.

A cidade de Hong Kong serviu como inspiração para trabalho, o que pode ser visto, por exemplo, nas duas palavras que estampam a capa (acima) do disco, “Blur” e “The Magic Whip”, em letras do alfabeto chinês. O anúncio, aliás, foi feito justamente no Ano Novo chinês.

O Blur já revelou o vídeo do single, “Go Out”, assista abaixo.

Ouça “Lonesome Street”.

Conheça “There Are Too Many of Us”.

Tracklist de The Magic Whip

“Lonesome Street”

“New World Towers”

“Go Out”

“Ice Cream Man”

“Thought I Was A Spaceman”

“I Broadcast”

“My Terracotta Heart”

“There Are Too Many Of Us”

“Ghost Ship”

“Pyongyang”

“Ong Ong”

“Mirrorball”